Prefeita de Surubim implanta programa inédito de prevençâo à corrupção, com apoio da CGU…

30/04/2017. Credito: Gabriel Melo/DP. POLITICA – Visista da prefeita de Surubim na sede do Diario de Pernambuco. Na foto: A prefeita de Surubim Ana Celia.

Diário de Pernambuco

A Prefeitura de Surubim inicia, hoje, a implantação de um programa chamado Pacto, adotado em apenas dez municípios do Brasil, com foco direcionado na prevenção da corrupção. A iniciativa será executada com apoio da Controladoria Geral da União e visa estabelecer um plano de metas a serem pactuadas para atingir os eixos da transparência e acesso à informação, integridade e participação cidadã. Segundo a prefeita Ana Célia (PSB), o programa será um diferencial no município, que já tem uma política forte de conselhos e escuta à população, com a elaboração do mapa estratégico para os próximos três anos. 

Em visita ao Diario de Pernambuco, onde foi recebida pelo vice-presidente Institucional, Lauro Gusmão, e pela vice-presidente de Conteúdo, Bristes Caminha, Ana Célia também falou sobre os desafios da gestão, sendo a primeira mulher a governar Surubim em 88 anos. Ela iniciou o mandato enfrentando problemas com o vice Guilherme Nóbrega (PSB), de quem se afastou após o vazamento de dois áudios nos quais ele lhe fez duras críticas, algumas de conteúdo considerado machista pelas eleitoras da cidade. 

Ana Célia ainda falou sobre os projetos para desenvolver a economia do município, em parceria com outras prefeituras, com a valorização da cultura do caju-anão precoce, que é mais resistente à estiagem. Veja entrevista abaixo. 

MAPA ESTRATÉGICO
Tem muita coisa acontecendo apesar de toda essa crise política e econômica, essa descrença com o momento político que a gente está vivendo, a falta de confiança no Executivo e no Legislativo. Não é à toa que a gente está no mês de abril e a gente não está vendo nenhum movimento em relação às candidaturas, porque cerca de 60% da população não quer votar, mas eu nunca desisti da política. Eu tenho certeza que a política provoca mudança na vida das pessoas. Temos que trabalhar com muita fé e muito entusiasmo e a gente tem focado em muitos projetos para Surubim. Recentemente, conseguimos lançar o mapa estratégico de Surubim, com a visão do que é prioritário para 2018, 2019, 2020. Isso já vai fazer a diferença, porque a gente sempre fica apagando incêndio e a agora a gente tem que planejar, monitorar. Realizamos dois seminários do Surubim Participa, um na cidade e outro no bairro do Cheus, e ai foi a esculta popular mesmo. Quando a gente é candidata, apresenta um programa de governo, eu sempre dei valor a isso, mas muita coisa foi adicionada ao programa depois que a gente ouviu o povo. 

SEM CLAUSURA

Houve muita demanda em relação ao espaço público. Eu já tinha melhorado bastante a questão da acessibilidade para a pessoa com deficiência desde o início da gestão e toda sala tem um professor auxiliar, mas desenvolvemos um olhar para as calçadas porque as pessoas colocam muito material nas calçadas e criamos o primeiro conceito da pessoa com deficiência de Surubim. Aos poucos fizemos uma caminhada. Temos um coral das pessoas surdas e, no aniversário de Surubim, elas, através dos gestos de libras, cantaram o hino de Surubim, foi emocionante. Essas pessoas estavam enclausuradas e agora as mães estão participando ativamente do conselho. Pela primeira vez Surubim também tem o conselho da Cultura e entendemos que a cultura é muito importante no desenvolvimento social. Em Surubim tem o Sesc, toda a parte de teatro, umas oito bandas de rock, estava precisando desse estímulo. O conselho da cultura criado tem toda essa função, de acompanhar…  a gente precisa dar esse salto e já estamos dando.

Continua…

CAJU
Já temos o programa de aração da terra desde quando começou a época da chuva. Fizemos um chamamento, colocamos tratores e tem sido assim. A aração coincidiu com a grande distribuição de 10 mil toneladas de sementes pelo governo do estado, e, agora, nesta quinta-feira (4), vamos entregar lá 287 forrageira e roçadeira. Quando a zona rural está bem, o comércio fica bem. Estamos com um projeto do soerguimento da cultura do caju, tivemos na Embrapa, e agora já vai ter um comodato do terreno para fazer um jardim clonal para fazer a experiência do caju-anão (mais recente à estiagens). Numa época que Surubim não tem indústria, é importante o fortalecimento da cultura do caju, porque vai gerar emprego. A primeira etapa vai ser de recebimento do terreno para a gente começar a fazer essa experiência. Será um novo mercado. Vi até um município do Ceará que faz um hambúrguer de caju que já está na merenda escolar.  

MARCA DA GESTÃO

Sou a primeira mulher prefeita em 88 anos. Surubim é um pouco diferente, temos um terço de vereadoras mulheres, é um grande avanço, não é fácil, mas a mulher hoje tem que estar presente em todos os espaços. Já se foi o tempo em que o homem é quem define a política pública para mulher.  Acredito que minha marca se estabeleceu em relação à saúde, meu slogan é o compromisso de cuidar das pessoas. Na política, meu objetivo é do bem comum. As crianças em Surubim não tinham direito de ter um pediatra e isso eu prometi na campanha e foi uma das primeiras ações. As pessoas entenderam que é o olhar do cuidar… Uma Upa que atendia a 50 pessoas, hoje atende a 200 pessoas diariamente. Inclusive essa upa, que era um hospital, foi Maurício Rands que levou para Surubim, como deputado. Na época, eu era de um partido contrário a ele, mas ele foi um deputado que fez bastante diferença e Surubim tem muito carinho por ele. Gostaria que ele fosse candidato ao Senado.
Estamos também com uma equipe formada de médicos de segunda a segunda e criamos uma logística para realização de exames. Hoje, a gente tem um programa que o técnico (de enfermagem) vai até quatro comunidades colher o sangue e há uma preocupação que não falte medicamento. 
Encontramos uma demanda de quatro meses sem realizar ultrassom, ainda não está dando para cumprir toda demanda, mas estamos fazendo um esforço. Estamos recebendo na próxima quinta-feira (4) duas Samu, tudo num trabalho de articulação. Tudo acontece em tempo real no município, 66% dos recursos ficam no governo federal e a gente tem que estar com o pires na mão.

INOVAÇÃO

Estamos começando agora com o IPTU premiado, com moto, geladeira. Há uma demanda muito grande de calçamento, de reforma das praças… Surubim não tem um parque, então, conseguimos através de uma emenda de Danilo Cabral a aprovação desse parque, próximo ao Corpo de Bombeiros. O Corpo de Bombeiros, aliás, foi uma ação que chegou através da parceria com o governador e tem feito muita diferença, principalmente no resgate do final de semana, com os acidentes de moto, e o trabalho da prevenção. No segundo mês criamos uma ouvidoria que tem dado muito resultado. A primeira reclamação que ouvimos foi de falta de iluminação. Então, como cobrar do governo a segurança se o município não estava fazendo a sua parte? A gente sabe que a iluminação é responsabilidade do prefeito. Encontramos lá a demanda de um ano de comunidade, criamos o Mutirão Ilumina Surubim e já trocamos mais de quatro mil lampadas. A gente sabe que um lugar mais iluminado fica mais difícil de ter assaltos. Os assaltos diminuíram na cidade e quem está pedindo mais segurança é a população rural, mas já vi vão chegar mais 30 policiais e 20 motos para Surubim e a polícia está na rua fazendo suas blitz. Em Surubim, tem o fórum Surubim pela paz, uma vez no mês nos reunimos. Identificamos, numa dessas reuniões, que os bairros com o maior número de violência era Coqueiro e Baraúna que é exatamente para onde levamos a primeira iluminação, as ações focam lá.
No dia 12 de maio, vamos inaugurar um Centro de Referência de Assistência Social para trabalhar a prevenção… a gente sabe toda essa situação. O país, que estava fora do mapa da fome, agora está voltando para o mapa da fome. As demandas sociais são imensas. 

NOVO PARQUE

Quem vem em Surubim hoje encontra muitas pessoas andando na pista, é muito perigoso. A gente sabe que andar não é só questão de atividade física, é uma questão de saúde, por isso estamos atrás do parque, com brinquedos para criança… Tem gente me procurando para falar de pista de bicicross, de skate e a gente tem que fazer o que o povo pede. Como dizia dr. Arraes, quanto mais a gente escuta o povo, menos a gente erra. O parque foi aprovado em Brasília, falta só a sinalização para a gente fazer o projeto. Ele foi aprovado por meio de uma emenda parlamentar de R$ 600 mil, de Danilo Cabral. Falta liberar os recursos para a gente fazer o projeto, é tudo pela Caixa Econômica. Nós estamos também reformando o campo de futebol, faz três meses que estamos esperando a liberação dos recursos do Ministério de Esportes. Surubim respira vaquejada, mas também respira futebol. É impressionante. O futebol é muito forte.

VICE-PREFEITO

Eu passei quatro anos numa gestão como vice e nunca briguei com meu prefeito.  Houve vazamento de um áudio no início, depois houve outro, não estamos brigado, mas ele não participa do governo. Foi oferecido para ele ser secretário, mas ele não quis e a mãe não quis ser secretária de Educação. Ele participa dos momentos, das solenidades, não estamos rompido, mas também poderia ser uma relação bem melhor, de mais ajuda mútua. Houve o vazamento de um segundo áudio, teve uma repercussão maior porque se achou que era um pouco de discriminação às mulheres. 

DISCRIMINAÇÃO

Quando eu era candidata, diziam: o marido vai mandar… fulano vai mandar, mas as pessoas estão vendo que sou eu mesmo (que comando a prefeitura). A gente escuta um amigo, a família, mas quem está envolvido ali tem que agir. Tem gente que vê a gente com cara de assistente social, mas a gente não pode ser amigo, tem que ser firme. Isso é uma coisa que não é fácil.

DEMISSÕES
Com Eduardo Farias, ex-secretário de Agricultura, fizemos uma composição e ele hoje é assessor. A Agricultura ficou junto de Desenvolvimento Econômico e Turismo e ele não se identificava com a parte de turismo e ele mesmo chegou e disse das dificuldades. O outro foi Tassiana Arruda. Ela retornou à Prefeitura do Recife, teve um pouco de dificuldade de ficar longe da família e um pouquinho de dificuldade de não ser da terra. Ela queria estar a semana toda lá em Surubim, e o marido no Recife, não deu certo. O outro secretário foi João Filho, é excelente pedagogicamente. Ele fez com que uma escola de referência, o Natalícia, tivesse um excelente resultado. Agora, na gestão, tem que ter bater a mão na mesa e tomar decisão muito rápida, a gente tem o ônus e o bônus. Vi que os problemas estavam se avolumando porque tinha que tirar algumas pessoas (e ele tinha dificuldade). No município você tem que ser muito rápido. Mas ele implantou o Sistema de Avaliação Educacional de Surubim e os kits escolares que os meninos não tinham direito. Estamos requalificando dez escolas e ele fez esse trabalho. Nós recebemos Surubim na 83ª posição do Sistema de Avaliação de Pernambuco, muito baixa a qualidade da educação. Então, nós implantamos o Sistema de Avaliação de Surubim e estamos oferecendo esse reforço de português e matemática. Então, ele deu a sua contribuição e saiu sem ter nenhum problema, mas não é uma coisa muito fácil. 

CONTROLADORIA

Minha preocupação é que as nossas palavras se transformem em ação. Recebemos a visita de Abelardo, um auditor da CGU, e estamos fazendo uma adesão ao programa da CGU chamado Pacto, uma coisa nova, só tem em dez municípios do Brasil. É um programa para aprimorar nossas ações na área de prevenção da corrupção, vamos ter que cumprir tudo que eles estão pedindo. Já começa na próxima quinta-feira. Eu fiquei muito feliz. É a oportunidade de a gente ter uma consultoria da CGU que não vai chegar só com o olho de fiscalização, vai chegar com os olhos de orientação. O programa é uma coisa boa de transparência, de controle social, a gente tem feito um bom trabalho junto aos conselhos, mas não é fácil. Na semana passada, houve uma reunião do conselho de merenda e eu disse: vocês não fiquem aqui, vão na escola, vejam se a merenda está de qualidade. Vejam o que saiu e o que chegou. O que o programa vai agregar à minha gestão será o acesso às melhores práticas para a promoção de mudança da gestão, para fortalecer a capacidade de detecção e prevenção da corrupção. 

PAULO CÂMARA
Você sabe que eu sou do partido de Paulo Câmara, ele tem muita serenidade de governar. Ele é oposição ao governo federal, Pernambuco tinha cinco ministros, uns ajudaram na área do governo e outros discriminaram, mas ele, assim, com muita seriedade, tem uma grande qualidade que é o caráter. Muitas vezes reclamam que ele não tem esse carisma na política e ficam fazendo comparação com Eduardo Campos, mas ele tem o perfil dele, da simplicidade, é uma pessoa que escuta e estou animada com ele e estou animada que meu partido faça as alianças com o PT. Em todo o município, o presidente Lula tem 70% de aprovação e o presidente Temer tem 94% de rejeição. 

SONHOS
Eu estou satisfeita, estou abdicando da família por causa da rotina, porque faço questão de estar nos espaços, nos eventos públicos. Em época de eleição, a gente entra na casa do povo de manhã, de tarde, de noite, não pede nem permissão e é bem recebido. Então, porque depois que se elege vai se afastar. Eu tenho dito a minha equipe que a gente tem que trabalhar intensamente. O município é onde a política realmente acontece. Eu peço a Deus todo dia que me dê muita paciência e vontade de fazer, porque isso faz a diferença. 
A gente tem que fazer com muito sentimento e com o coração, por isso que digo que estou realizada. Eu não vou dizer: já fiz tudo que queria, mas tenho certeza que tudo que eu tenho feito é no compromisso que assumi com meu povo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo