Pesquisa Múltipla mostra quadro embolado para governador e senador …

O instituto Múltipla apontou um quadro bastante embolado tanto para governador quanto para senador, porém com uma significativa vantagem para Paulo Câmara, que tem 26% enquanto Marília Arraes surge com 17% e Armando Monteiro 16,16%. O quadro, pelos números, seria de segundo turno, mas chama atenção que apesar do governador representar um projeto de doze anos e enfrentar uma série de problemas conjunturais, ainda se mostra bastante competitivo, e fica latente que Marília Arraes exercerá o papel de fiel da balança nesta disputa, pois se for candidata garante o segundo turno, e se for retirada do processo, o quadro tende a se definir na primeira etapa.

Na disputa pelo Senado, Jarbas Vasconcelos surge como o favorito com 20%, com 7,3 pontos de vantagem para Humberto Costa, o segundo colocado com 12,7%. Mendonça Filho tem 10,8% e aparece tecnicamente empatado com Humberto. O deputado André Ferreira (PSC), com 5,1% e total desconhecimento em relação aos seus principais adversários pois nunca disputou majoritária, mostra que o segmento evangélico é muito forte e em sendo candidato ele tem grandes chances de crescer durante o processo eleitoral.

Faltando quatro meses para a eleição, a pesquisa ainda denota um grande distanciamento do eleitor com o processo eleitoral. Ela ainda não está na pauta do povo e fica latente que a pesquisa é apenas uma fotografia do momento, com grandes possibilidades de modificações durante o quadro eleitoral, com o início do guia na televisão.

Também será bastante interessante avaliar o quadro que pode se desenhar de Jarbas e Mendonça estarem em campos opostos disputando o mesmo cargo e pela primeira vez na história Jarbas Vasconcelos e Humberto Costa, rivais de décadas, estarem na mesma chapa majoritária, um tendo que pedir votos para o outro. É preciso aguardar o tempo passar e a campanha começar para poder interpretar qual será o comportamento do eleitor, sobretudo nesta disputa de senador que está com muita aparência de 1994 quando foram eleitos um senador de cada chapa. (por Edmar Lyra)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo