131001 (1)

Arquivo Fotográfico

Dimas Santos  e amigos prestigiando uma competição esportiva no Campo do Alagadinho, em João Alfredo,promovida pelo jornal “O Radar”,  realizada no dia 15 de fevereiro de 1998.  Padre Elias José da Silva, Leia mais »

48af263639889a2b6e20e43452849302

Telexfree denunciada como pirâmide nos EUA…

O órgão oficial do Estado americano de Massachusetts que fiscaliza o setor financeiro expôs recentemente as entranhas da Telexfree. Em um documento de 46 páginas, a SEC de Massachusetts acusa a empresa de ser Leia mais »

images-cms-image-000367367

Vox Populi : Dilma 40%, Aécio 18% e Eduardo 8%…

Levantamento realizado pelo Instituto Vox Populi e divulgado pela revista CartaCapital na tarde desta quarta-feira 16 aponta, mais uma vez, a vitória da presidente Dilma Rousseff já em primeiro turno, com 40% Leia mais »

bancoslucram

Bancos fecham nos dias 18 e 21…

Os bancos não vão abrir nos próximos dias 18 e 21, devido aos feriados nacionais de Sexta-feira da Paixão e Tiradentes, informou nesta quarta-feira (16) a Federação Brasileira de Bancos (Febraban). A Febraban orienta Leia mais »

20140416022933_cv_armando_gde

Pesquisa Vox Populi : Armando Monteiro 55% e Paulo Câmara 7%…

O pré-candidato do PTB ao Governo do Estado, senador Armando Monteiro Neto, aparece na dianteira da disputa, com 55% das intenções de voto, segundo levantamento feito pelo Instituto Vox Populi, divulgado nesta Leia mais »

Hoje:

Hoje são 13-04

_________________________________________________________

.

DIA DO HINO NACIONAL BRASILEIRO 
.

dia do hino nacional brasileiro

No dia 13 de abril comemora-se o dia da criação do Hino Nacional Brasileiro. Sua música foi criada em 1822, por Francisco Manuel da Silva (1795-1865), recebendo inicialmente o nome de “Marcha Triunfa”. Nessa época, o Brasil passava por uma crise contra o governo de Portugal, buscando sua independência diante desse país. Dom Pedro I apresentava dúvidas em suas decisões, a fim de dar a liberdade ao Brasil, deparava-se autoritário e temeroso às pressões da corte portuguesa. Em meio a esses problemas, as tentativas de compor uma letra para o hino não caiam bem, pois vinham cheias de insultos e ressentimentos aos portugueses ou com excessos de lisonjeios ao soberano rei de Portugal. A escolha da data foi em razão de uma manifestação em desacato ao ex-imperador, quando o mesmo embarcava para Portugal, no dia 13 de abril de 1831. Dentre tantas tentativas, somente em 1909 que a linda composição ganhou uma letra poética, elaborada pelo então poeta e jornalista Joaquim Osório Duque Estrada (1870-1927), sendo muito elogiada pelas referências que fazia às belezas de nosso país. Em 1922 a oficialização do hino, por Deodoro da Fonseca, foi para a letra de Francisco Manoel da Silva. A letra atual só foi oficializada em primeiro de setembro de 1971, na presidência de Epitácio Pessoa, através da Lei 5.700, sendo publicado no Diário Oficial do dia seguinte. O hino nacional é um instrumento de homenagem à nação, deve ser executado nas aberturas das festividades cívicas, patrióticas, escolares, esportivas internacionais, onde a população deve contemplá-lo cantando em uma só voz. (Por Jussara de Barros/Graduada em Pedagogia) 
.

LETRA DO HINO NACIONAL BRASILEIRO 
.

I
OUVIRAM DO IPIRANGA AS MARGENS PLÁCIDAS
DE UM POVO HERÓICO O BRADO RETUMBANTE,
E O SOL DA LIBERDADE, EM RAIOS FÚLGIDOS,,
BRILHOU NO CÉU DA PÁTRIA NESSE INSTANTE.
SE O PENHOR DESSA IGUALDADE
CONSEGUIMOS CONQUISTAR COM BRAÇO FORTE,
EM TEU SEIO, Ó LIBERDADE,
DESAFIA O NOSSO PEITO A PRÓPRIA MORTE! 

.

Ó PÁTRIA AMADA,
IDOLATRADA,
SALVE! SALVE! 

.

BRASIL, UM SONHO INTENSO, UM RAIO VÍVIDO
DE AMOR E DE ESPERANÇA À TERRA DESCE,
SE EM TEU FORMOSO CÉU, RISONHO E LÍMPIDO,
A IMAGEM DO CRUZEIRO RESPLANDECE.
GIGANTE PELA PRÓPRIA NATUREZA,
ÉS BELO, ÉS FORTE, IMPÁVIDO COLOSSO,
E O TEU FUTURO ESPELHA ESSA GRANDEZA.

TERRA ADORADA,
ENTRE OUTRAS MIL,
ÉS TU,BRASIL,
Ó PÁTRIA AMADA!
DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,
PÁTRIA AMADA,
BRASIL! 

.

II
DEITADO ETERNAMENTE EM BERÇO ESPLÊNDIDO,
AO SOM DO MAR E À LUZ DO CÉU PROFUNDO,
FULGURAS, Ó BRASIL, FLORÃO DA AMÉRICA,
ILUMINADO AO SOL DO NOVO MUNDO!
DO QUE A TERRA MAIS GARRIDA,
TEUS RISONHOS, LINDOS CAMPOS TÊM MAIS FLORES;
“NOSSOS BOSQUES TEM MAIS VIDA,”
“NOSSA VIDA” NO TEU SEIO “MAIS AMORES”. 

.

Ó PÁTRIA AMADA,
IDOLATRADA,
SALVE! SALVE! 

.

BRASIL, DE AMOR ETERNO SEJA SÍMBOLO
O LÁBARO QUE OSTENTAS ESTRELADO,
E DIGA O VERDE-LOURO DESSA FLÂMULA
-PAZ NO FUTURO E GLÓRIA NO PASSADO.
MAS, SE ERGUES DA JUSTIÇA A CLAVA FORTE,
VERÁS QUE UM FILHO TEU NÃO FOGE À LUTA,
NEM TEME, QUEM TE ADORA, A PRÓPRIA MORTE. 

.

TERRA ADORADA,
ENTRE OUTRAS MIL,
ÉS TU, BRASIL,
Ó PÁTRIA AMADA!
DOS FILHOS DESTE SOLO ÉS MÃE GENTIL,
PÁTRIA AMADA,
BRASIL! 


_________________________________________________________


.

1726 – Fundação da cidade de Fortaleza – Estado do Ceará – Brasil;
1829 – O Parlamento do Reino Unido concede liberdade de religião aos Católicos Romanos;
1831 – Primeira execução do Hino Nacional Brasileiro. 


_________________________________________________________

 

Pensamento 13-04.

Paulo Câmara reedita a Tribuna 40…

IMG_0970-FOTO-ROBERTO-PEREIRA-PSB

IMG_0970-FOTO-ROBERTO-PEREIRA-PSB

Ferramenta comum na campanha do ex-governador Eduardo Campos (PSB), a Tribuna 40 começa a ser reeditada na postulação de Paulo Câmara (PSB) ao governo estadual. O objeto, que tem como característica promover a simplicidade do candidato, já foi adotado pela primeira vez pelo socialista. É uma espécie de caixote de madeira, pintado nas cores do partido – amarela e vermelha – e com aproximadamente meio metro de altura, o que faz com que o postulante fique próximo de quem o escuta.

A sugestão de reeditar a Tribuna 40 foi feita pela Juventude do PSB, que se reuniu com Paulo Câmara na última quinta-feira (10). A ideia será incorporada pela equipe de coordenação da campanha do pré-candidato. 

A Tribuna 40 foi às ruas pela primeira vez no dia 25 de julho de 2006. Era final da tarde de uma terça-feira, quando o então candidato Eduardo Campos reuniu seu grupo político e começou a discursar em meio aos populares que circulavam pela Praça da Independência, no Centro do Recife. No início, poucas pessoas paravam para prestar atenção. Porém, no final da campanha a ferramenta já atraía a atenção de quem acompanhava as caminhadas de Eduardo Campos. 

Em 2006, Eduardo era o terceiro colocado nas pesquisas de intenções de voto. Sua estrutura e orçamento para campanha representava quase a metade do que estava previsto para os outros candidatos – Mendonça Filho (então PFL, hoje DEM) e Humberto Costa (PT). Além das limitações financeiras, a Justiça Eleitoral tinha alterado algumas normas que deixava os candidatos mais restritos. Para driblar os empecilhos, Eduardo teve a ideia de fazer os comícios no caixote, com o objetivo de se aproximar da população. 

Com a mesma intenção, a Juventude do PSB decidiu levar a ferramenta aos candidatos da frente governista. “Não adianta fazer uma campanha onde o candidato fica em cima e o povo embaixo escutando. Inicialmente, a Tribuna 40 foi apresentada enquanto proposta para debater política pública de juventude. Dependendo (da repercussão) que isso tomar, pode ser ampliada para outros eixos”, afirmou o presidente da Juventude socialista, Israel Xeu. Oencontro com o segmento reuniu pelo menos 400 militantes no Catamarã.

O presidente do PSB em Pernambuco, Sileno Guedes, disse que a proposição foi bem recebida e deverá incorporar o instrumento aos atos de Câmara. Para os socialistas, a Tribuna 40 já é uma marca do partido.

“Será uma tônica e característica da nossa campanha. Serve como estímulo, surgimento de novos quadros, além de divulgar abertamente nossas propostas”, afirmou Sileno. (JC Online)

Ferreira Gullar – Poema Obsceno…

afoto ferreira

Façam a festa
Cantem e dancem
Que eu faço o poema duro
O poema-murro
Sujo
Como a miséria brasileira
Não se detenham:
Façam a festa
Bethânia Martinho
Clementina
Estação Primeira de Mangueira Salgueiro
Gente de Vila Isabel de Madureira
todos
façam
a nossa festa
enquanto eu soco este pilão
este surdo
poema
que não toca no rádio
que o povo não cantará
(mas que nasce dele)
Não se prestará a análises estruturalistas
Não entrará nas antologias oficiais
Obsceno
Como o salário de um trabalhador aposentado
O poema
Terá o destino dos que habitam o lado escuro do pais
- e espreitam.

Ferreira Gullar, em “Toda Poesia”.

Liturgia Católica

Domingo de Ramos 2

Dia 13 de abril – Domingo

DOMINGO DE RAMOS E PAIXÃO DO SENHOR 
(Vermelho, Creio, Prefácio Próprio – II Semana do Saltério)

Antífona da entrada: (Não há Antífona de Entrada. Terminada a procissão de Ramos, o presidente inicia a missa com a oração do dia, conforme a seguir)

Oração do dia

Deus eterno de todo-poderoso, para dar aos homens um exemplo de humildade, quisestes que o nosso salvador se fizesse homem e morresse na cruz. Concedei-nos aprender o ensinamento da sua paixão e ressuscitar com ele em sua glória. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Isaías 50,4-7)

Leitura do livro do profeta Isaías. 
50 4 O Senhor Deus deu-me a língua de um discípulo para que eu saiba reconfortar pela palavra o que está abatido. Cada manhã ele desperta meus ouvidos para que escute como discípulo; 
5 (o Senhor Deus abriu-me o ouvido) e eu não relutei, não me esquivei. 
6 Aos que me feriam, apresentei as espáduas, e as faces àqueles que me arrancavam a barba; não desviei o rosto dos ultrajes e dos escarros. 
7 Mas o Senhor Deus vem em meu auxílio: eis por que não me senti desonrado; enrijeci meu rosto como uma pedra, convicto de não ser desapontado.
Palavra do Senhor.

Salmo responsorial 21/22

Meus Deus, me Deus, por que me abandonastes?

Riem de mim todos aqueles que me vêem,
torcem os lábios e sacodem a cabeça:
“Ao Senhor se confiou, ele o liberte
e agora o salve, se é verdade que ele o ama!”

Cães numerosos me rodeiam furiosos,
e por um bando de malvados fui cercado.
Transpassaram minhas mãos e os meus pés
e eu posso contar todos os meus ossos.

Eles repartem entre si as minhas vestes
e sorteiam entre si a minha túnica.
Vós, porém, ó meu Senhor, não fiqueis longe,
ó minha força, vinde logo em meu socorro!

Anunciarei o vosso nome a meus irmãos
e no meio da assembléia hei de louvar-vos!
Vós que temeis ao Senhor Deus, dai-lhe louvores,
glorificai-o, descendentes de Jacó,
e respeitai-o, toda a raça de Israel!

Leitura (Filipenses 2,6-11)

Leitura da carta de são Paulo aos Filipenses. 

2 6 Jesus Cristo, sendo ele de condição divina, não se prevaleceu de sua igualdade com Deus, 
7 mas aniquilou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e assemelhando-se aos homens. 
8 E, sendo exteriormente reconhecido como homem, humilhou-se ainda mais, tornando-se obediente até a morte, e morte de cruz. 
9 Por isso Deus o exaltou soberanamente e lhe outorgou o nome que está acima de todos os nomes, 
10 para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho no céu, na terra e nos infernos. 
11 E toda língua confesse, para a glória de Deus Pai, que Jesus Cristo é Senhor.
Palavra do Senhor.

Evangelho (Mateus 27,11-54)

Glória e louvor a vós, ó Cristo.
Jesus Cristo se tornou obediente, obediente até a morte numa cruz; pelo que o Senhor Deus o exaltou e deu-lhe um nome muito acima de outro nome (Fl 2,8s).
N = Narrador 

L = Leitor 
P = Presidente 
G = Grupo 
N (Narrador): Paixão de nosso Senhor Jesus Cristo segundo Mateus – Naquele tempo, 27 11 Jesus compareceu diante do governador, que o interrogou:
L (Leitor): És o rei dos judeus?
P (Presidente): Sim.
N: Respondeu-lhe Jesus. 
12 Ele, porém, nada respondia às acusações dos príncipes dos sacerdotes e dos anciãos. 
13 Perguntou-lhe Pilatos:
L: Não ouves todos os testemunhos que levantam contra ti? 
N: 14 Mas, para grande admiração do governador, não quis responder a nenhuma acusação. 
15 Era costume que o governador soltasse um preso a pedido do povo em cada festa de Páscoa. 
16 Ora, havia naquela ocasião um prisioneiro famoso, chamado Barrabás. 
17 Pilatos dirigiu-se ao povo reunido:
L: Qual quereis que eu vos solte: Barrabás ou Jesus, que se chama Cristo? 
N: 18 (Ele sabia que tinham entregue Jesus por inveja.) 
19 Enquanto estava sentado no tribunal, sua mulher lhe mandou dizer:
L: Nada faças a esse justo. Fui hoje atormentada por um sonho que lhe diz respeito. 
N: 20 Mas os príncipes dos sacerdotes e os anciãos persuadiram o povo que pedisse a libertação de Barrabás e fizesse morrer Jesus. 
21 O governador tomou então a palavra:
L: Qual dos dois quereis que eu vos solte?
N: Responderam:
G (Grupo): Barrabás! 
N: 22 Pilatos perguntou:
L: Que farei então de Jesus, que é chamado o Cristo?
N: Todos responderam:
G: Seja crucificado! 
N: 23 O governador tornou a perguntar:
L: Mas que mal fez ele?
N: E gritavam ainda mais forte:
G: Seja crucificado! 
N: 24 Pilatos viu que nada adiantava, mas que, ao contrário, o tumulto crescia. Fez com que lhe trouxessem água, lavou as mãos diante do povo e disse:
L: Sou inocente do sangue deste homem. Isto é lá convosco! 
N: 25 E todo o povo respondeu:
G: Caia sobre nós o seu sangue e sobre nossos filhos! 
N: 26 Libertou então Barrabás, mandou açoitar Jesus e lho entregou para ser crucificado. 
27 Os soldados do governador conduziram Jesus para o pretório e rodearam-no com todo o pelotão. 
28 Arrancaram-lhe as vestes e colocaram-lhe um manto escarlate. 
29 Depois, trançaram uma coroa de espinhos, meteram-lha na cabeça e puseram-lhe na mão uma vara. Dobrando os joelhos diante dele, diziam com escárnio:
G: Salve, rei dos judeus! 
N: 30 Cuspiam-lhe no rosto e, tomando da vara, davam-lhe golpes na cabeça. 
31 Depois de escarnecerem dele, tiraram-lhe o manto e entregaram-lhe as vestes. Em seguida, levaram-no para o crucificar. 
32 Saindo, encontraram um homem de Cirene, chamado Simão, a quem obrigaram a levar a cruz de Jesus. 
33 Chegaram ao lugar chamado Gólgota, isto é, lugar do crânio. 
34 Deram-lhe de beber vinho misturado com fel. Ele provou, mas se recusou a beber. 
35 Depois de o haverem crucificado, dividiram suas vestes entre si, tirando a sorte. Cumpriu-se assim a profecia do profeta: Repartiram entre si minhas vestes e sobre meu manto lançaram a sorte. 
36 Sentaram-se e montaram guarda. 
37 Por cima de sua cabeça penduraram um escrito trazendo o motivo de sua crucificação: Este é Jesus, o rei dos judeus. 
38 Ao mesmo tempo foram crucificados com ele dois ladrões, um à sua direita e outro à sua esquerda. 
39 Os que passavam o injuriavam, sacudiam a cabeça e diziam: 
G: 40 Tu, que destróis o templo e o reconstróis em três dias, salva-te a ti mesmo! Se és o Filho de Deus, desce da cruz! 
N: 41 Os príncipes dos sacerdotes, os escribas e os anciãos também zombavam dele: 
G: 42 Ele salvou a outros e não pode salvar-se a si mesmo! Se é rei de Israel, desça agora da cruz e nós creremos nele! 
43 Confiou em Deus, Deus o livre agora, se o ama, porque ele disse: Eu sou o Filho de Deus! 
44 E os ladrões, crucificados com ele, também o ultrajavam. 
45 Desde a hora sexta até a nona, cobriu-se toda a terra de trevas. 
46 Próximo da hora nona, Jesus exclamou em voz forte:
P: Eli, Eli, lammá sabactáni?
N: O que quer dizer: Meu Deus, meu Deus, por que me abandonaste? 
47 A estas palavras, alguns dos que lá estavam diziam:
G: Ele chama por Elias. 
N: 48 Imediatamente um deles tomou uma esponja, embebeu-a em vinagre e apresentou-lha na ponta de uma vara para que bebesse. 
49 Os outros diziam:
G: Deixa! Vejamos se Elias virá socorrê-lo. 
N: 50 Jesus de novo lançou um grande brado, e entregou a alma. 

(Todos se ajoelham num momento de silêncio).

51 E eis que o véu do templo se rasgou em duas partes de alto a baixo, a terra tremeu, fenderam-se as rochas. 
52 Os sepulcros se abriram e os corpos de muitos justos ressuscitaram. 
53 Saindo de suas sepulturas, entraram na Cidade Santa depois da ressurreição de Jesus e apareceram a muitas pessoas. 
54 O centurião e seus homens que montavam guarda a Jesus, diante do estremecimento da terra e de tudo o que se passava, disseram entre si, possuídos de grande temor:
G: Verdadeiramente, este homem era Filho de Deus!
N: Palavra da Salvação.

Dom Total

Arquivo Fotográfico

img184

img183Josefa Gomes, Dimas Santos, Mercês Nascimento e Paula Assis, no pátio da Escola Jarina Maia, antes do desfile escolar em comemoração ao aniversário de emancipação política de João Alfredo, realizado no dia 10 de outubro de 1979. 

barra39

img184Dimas Santos recebendo homenagem na Escola Jarina Maia, em João Alfredo, no dia 29 de novembro de 2002. 

Reflexão do dia

1379212_458675977581316_205028355_n

Fragmento Bíblico

1964761_467942373329148_1820889043_n

Pesquisa: Armando cresce 50% e lidera em Pernambuco…

20140412025438_cv_armando-monteiro-neto-ana-luiza-souza_gde

20140412025438_cv_armando-monteiro-neto-ana-luiza-souza_gde

Apresentando a menor taxa de rejeição entre os pré-candidatos ao governo de Pernambuco, o senador Armando Monteiro(PTB) cresceu 50% e lidera com ampla margem a disputa, conforme pesquisa realizada pelo Instituto Maurício de Nassau em parceria com o Jornal do Commercio. Armando tem 39% das intenções de voto, contra apenas 12% do pré-candidato do PSB, Paulo Câmara.

Em relação à pesquisa anterior, publicada em outubro do ano passado, Armando subiu 13 pontos percentuais. O candidato do PSB, Paulo Câmara, apresenta hoje índice igual ao do nome socialista cogitado à época, que era o de Fernando Bezerra Coelho. Naquele momento, a Maurício de Nassau/JC apontava Armando com 26%. Fernando tinha 12%. E o nome do PSB agora está no mesmo patamar, apesar da forte exposição de seu nome nos últimos dois meses, por meio de ações governamentais e em viagens ao lado do padrinho de sua candidatura.

A pesquisa mostra indicadores consistentes da evolução de Armando e do grande potencial de crescimento que sua pré-candidatura apresenta. O senador é o que tem menor taxa de rejeição. No levantamento espontâneo, quando os nomes dos candidatos não são apresentados aos entrevistados, Armando sobe de 6%, em outubro de 2013, para 21% agora. Ou seja, mais do que triplicou seu percentual.

A força do nome de Armando é registrada em todas as regiões de Pernambuco. No Recife, no levantamento anterior, o senador tinha 17%. Agora, está com 38%. Veja o quadro com os percentuais nas demais regiões de Pernambuco:

RMR (sem Recife)

Armando Monteiro      35%
Paulo Câmara(PSB)       8%

AGRESTE

Armando Monteiro      44%
Paulo Câmara(PSB)       10%

ZONA DA MATA

Armando Monteiro      35%
Paulo Câmara(PSB)       13%

SERTÃO

Armando Monteiro      51%
Paulo Câmara(PSB)       5%

SERTÃO DO SÃO FRANCISCO

Armando Monteiro      32%
Paulo Câmara(PSB)       10%

NO SENADO – Na corrida ao Senado, o ex-prefeito do Recife e deputado federal João Paulo(PT), que é parceiro de Armando, já aparece com uma vantagem de 12 pontos percentuais sobre Fernando Bezerra(PSB). João Paulo tem 29% e Fernando 17%. (Magno Martins)

Feira Livre

1948077_612884992122782_4862303953834252853_n

 louro

Há um ditado que diz: “Uma mão lava a outra”. É uma filosofia popular muito usada no sertão a fim de justificar a importância da solidariedade. Lourival Batista (foto) e Manoel Xudu (1932-1986) dão uma demonstração prática dessa filosofia. 

Lourival inicia: 

“Eu vou erguendo meu prumo,
Tu vais botando o tijolo;
Eu vou ajeitando o nível,
Tu segurando o rebolo;
Minha parede sai torta,
Porque sou pedreiro tolo.” 

Xudu aproveita a deixa do parceiro e mantém o mesmo tom da ajuda mútua: 

“Você trazendo o consolo,
Eu também mostro o conforto;
Você acende o farol
E eu mostro a barra do Porto;
Você cava a sepultura
E dentro eu coloco o morto.” 

(Aristeu Bezerra)

 

barra39 

DSC_0181#

 O ex-jogador de futebol ,atual radialista e empresário da comunicação Neto Surubim, em recente encontro com este blogueiro, mostrou-se otimista com a performance do ex-governador Eduardo Campos (PSB) em sua caminhada rumo à Presidência da República. “Eduardo é determinado e competente; se chegar ao 2º turno, vence a eleição”, cravou Neto, frisando que eleição para governador será bastante disputada, mas Paulo Câmara (PSB) é favorito.  

Indagado acerca do que o eleitor mais admira num político, Neto foi taxativo: ” Atenção; o político que não gosta de atender telefone, pode chegar ao poder, mas não permanece por muito tempo”, asseverou.

Neto comparou o eleitor a uma planta: “Se um agricultor planta e não rega, vem outra pessoa, rega e colhe os frutos”, emendou. 

barra39

1932703_514308975357039_1105517306_o

Do Facebook, o blog colheu a imagem de um portal, de autoria da arquiteta Jaidete Ferreira, encomendado pela Prefeitura Municipal de João Alfredo, para ser instalado na entrada do Bairro (e não “Loteamento”) Frei Damião, nesta cidade . O trabalho está bonito, mas sugerimos que este pilar central fosse suprimido, pois a rodovia PE-88, no trecho Encruzilhada/João Alfredo, é bastante movimentada e este obstáculo poderá causar acidentes. Um arco ou algo parecido poderia ser a solução, mesmo que fosse em estrutura metálica.

É importante que a PMJA antes de tornar um projeto dessa natureza em realidade, faça uma consulta à população, colhendo sugestões. Fica a dica. 

barra39

1017726_717892171565258_3517337980744415223_nO presidente do Psol em João Alfredo, Luiz Otávio Mendes (primeiro a esquerda), garante que o partido terá candidato a deputado estadual nesta região. Otávio e o seu grupo político estão firmes com Zé Gomes, para governador, e o senador Randolfe Rodrigues (Psol – AC) para presidente da República, com a ex-deputada gaucha Luciana Genro, na vice. Nas eleições de 2012, Otávio Mendes era filiado ao PRP e apoiou a candidata do PSDB Anna Mendes. O PRP apresentou uma candidata a vereadora, que não foi eleita. 

barra391948077_612884992122782_4862303953834252853_nNesta semana o jornalista Magno Martins apresentou o seu novo livro “Reféns da Seca”, em concorrida solenidade na Câmara Municipal de Surubim. O evento foi considerado o maior lançamento da citada obra literária no Agreste Setentrional.

Na imagem, o vereador do Bom Jardim Roberto Lemos (PSB), o vice-prefeito Cobra (Bom Jardim), o jornalista Magno Martins e o professor José Célio

barra39

Politica-Brasileira

*** A canção “Caminhando e cantando”, de Geraldo Vandré, virou hino contra a ditadura e saiu de moda com a democracia. Ameaça voltar com a ameaça de grupos de extrema direita querendo fazer passeata pela volta da ditadura. Esse país vive eternamente nesse desconforto de ir e voltar sem chegar a lugar algum. Pode uma coisa dessas?

*** Depois de cancelar os camarotes do carnaval, alegando redução de custos,  o prefeito do Recife, Geraldo Júlio, agora cria 150 cargos comissionados que vão custar R$ 18,7 milhões, ao ano, aos cofres. Extinguiu 160, mas que custavam bem menos: R$ 2,451 milhões. Um absurdo que a grande mídia pernambucana não deu o devido enfoque. O PSB fala do PT, mas usa e abusa dos mesmos expedientes…

*** “Do jeito que as coisas vão indo, com tanta violência e licenciosidade, daqui a pouco só fumantes, delinquentes e políticos vão andar pelas ruas das grandes cidades do Brasil.” Essa foi um amigo irônico que me passou…

*** A presidente Dilma Rousseff  mandou creditar recentemente na conta das prefeituras 50% da ajuda prometida  aos prefeitos (R$ 1,5 bilhão) na marcha de maio. A 1ª metade foi depositada em setembro de 2013.

*** Com tantos programas sociais, obras e equipamentos proporcionados pelo Governo Federal, ainda existe prefeitos protestando por mais e mais recursos. Ora, deveriam de início, fazer o “dever de casa”, cobrando tributos locais como IPTU, licenças para construção e reformas de imóveis, recadastramento imobiliário, etc.. Muitos choram de barriga cheia e fazendo festas…

*** “Eles se unem contra a prefeita e o povo se une contra eles”, disse um eleitor fiel da prefeita Maria Sebastiana…

*** “Esses termos direita e esquerda sumiram do nosso dicionário depois que o PT chegou ao poder. Somos todos farinha do mesmo saco, ou do mesmo dicionário.” – Plínio Alves.

*** Atualmente, mente-se em escalas industriais nas esquinas nacionais. O mentiroso delirante é aquele que acredita em suas próprias mentiras…

*** A História tem muitas maneiras de ser contada. A que se sobressai é a dos vencedores. Geralmente, 90% é mentira ou meia-verdade.

*** O cara é tão chato, mas tão chato que quando a janel

*** “Não me venham com conclusões! A única conclusão é morrer.” Fernando Pessoa.

*** “No fim, tudo dá certo. Se não deu certo, é porque ainda não chegou o fim” – Frase de Fernando Sabino, que atribui ao seu pai. Eu já usei essa frase, dando crédito a outra pessoa. A frase é tão legal que todo mundo quer ser o autor. Meu saudoso pai dizia: “se não tem remédio, remediado está”. É que nossos pais são sábio a do bate-papo dele abre no Facebook, o computador inteiro trava…s e nós somos sabiás.

barra39

“Em política, a comunhão de ódios é quase sempre a base das amizades.”

Pensador Político

barra39

dimas m - Cópia

1379212_458675977581316_205028355_n

Hoje:

Hoje são 12-04

 .
_________________________________________________________

.

DIA DO OBSTRETA 
.

DIA DO OBSTETRA

O médico obstetra ou a médica obstetra, são aqueles profissionais da medicina que acompanham a mulher em gestação. Por noma, um obstetra aconselha e acompanha a mulher antes da gravidez, durante a gestação, durante o parto e acompanha a saúde da mulher também no pós-parto. O médico obstetra acompanha assim a saúde da mãe e do bebê durante todo o processo, ajudando a prevenir e tratar eventuais problemas de saúde para qualquer um dos dois. Obstetra é uma palavra que vem do latim obstetrix, do verbo obstare, que significa “ficar ao lado de”. Por isso, o obstetra é literalmente alguém que fica do lado, que acompanha e ajuda! 

_________________________________________________________


Nesta data em:

1633 – Começa o processo da Inquisição contra Galileu Galilei.
1861 – Começa a Guerra Civil Americana, com o ataque dos Confederados a Fort Sumter.
1961 – O cosmonauta soviético Yuri Gagarin torna-se o primeiro homem a viajar pelo espaço, a bordo da nave Vostok 3KA-2.

Nasceram neste dia…

1484 – Antonio Cordiani, arquiteto italiano (m. 1546).
1894 – Francisco Craveiro Lopes, político português (m. 1964).
1931 – Chico Anysio (na imagem), humorista, ator, escritor, pintor e artista plástico brasileiro (m. 2012).

Morreram neste dia…

65 – Lúcio Aneu Sêneca, filósofo, dramaturgo e estadista romano (n. 4 a.C.).
1945 – Franklin Delano Roosevelt, político americano (n. 1882).
2009 – Francisco Stockinger, escultor e gravurista austro-brasileiro (n. 1919).

2011 – Serginho Leite, humorista e radialista brasileiro (n. 1955).

2012 – Marly Bueno, atriz (n. 1932).

 


_________________________________________________________

 

Pensamento 12-04.

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo