Nordeste brasileiro é violento, diz levantamento mexicano…

Dados internacionais apontam que, considerando os índices de homicídio, o Brasil tem 16 cidades entre as 50 mais violentas do mundo. Desse total, nove estão no Nordeste brasileiro, sendo oito capitais. Apenas o estado do Piauí não figurou no ranking que analisou apenas os municípios com mais de 300 mil habitantes.

 

Foto: Internet

As informações são do levantamento feito pela organização não governamental mexicana Conselho Cidadão para a Segurança Pública e Justiça Penal, divulgado recentemente. Nenhum outro país teve tantas cidades incluídas na listagem como o Brasil. O segundo lugar na relação de países mais violentos foi o México, com nove cidades.

As 16 cidades brasileiras mais violentas são: Maceió (AL), Fortaleza (CE), João Pessoa (PB), Natal (RN), Salvador (BA), Vitória (ES), São Luís (MA), Belém (PA), Campina Grande (PB), Goiânia (GO), Cuiabá (MT), Manaus (AM), Recife (PE), Macapá (AP), Belo Horizonte (MG) e Aracaju (SE).

A capital alagoana é a quinta no mundo com maior índice de homicídios, são 795 mortes violentas a cada 996,7 mi habitantes. A cidade nordestina fica atrás apenas de San Pedro Sula, em Honduras, Caracas, na Venezuela, Acapulco, no México, e Cali na Colombia. Já em comparação com o mesmo levantamento feito em 2013, dois municípios brasileiros saíram da listagemf eita em 2012: Brasília e Curitiba.

Sobre a violência no Nordeste brasileiro, o advogado Fabricio Rebelo, pesquisador em segurança pública, diretor e coordenador da Região Nordeste da ONG Movimento Viva Brasil, avalia que “criminalidade no Nordeste é hoje um problema crônico”. Segundo ele, alguns fatores surgem claros como contributivos para a instauração do quadro atual.

“O primeiro e mais óbvio [motivo] é a robusta expansão das atividades relacionadas ao tráfico de drogas, que se instalaram na região de forma rápida e com pouca resistência. Já a segunda é a utilização de uma estratégia errada no combate à violência”, enumerou o estudioso.

Fabrício Rebelo explicou ainda que a perspectiva é de que os dados sobre a violência piorem, caso não sejam tomadas decisões eficientes. “A cada estudo a situação nordestina parece piorar e é necessário adotar medidas urgentes e efetivas para evitar o caos. Algumas, é fato, já se iniciaram, mas é um jogo em que a reação somente começou a ser esboçada com um placar já muito adverso.”

Confira o quadro abaixo com o ranking da cidades nordestinas mais violentas:

 
Informa o NE10

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo