Governo vai propor licença não remunerada de até 6 anos para servidores federais…

Após anunciar o Programa de Desligamento Voluntário (PDV) para servidores do Poder Executivo, o Ministério do Planejamento divulgou ontem (25) a possibilidade de os funcionários públicos federais aderirem a uma licença incentivada sem remuneração Leia mais »

Nível de reprovação a Temer atinge novo recorde: 94%, diz pesquisa…

O inferno astral do presidente Michel Temer (PMDB) permanece gerando em alta temperatura, por mais esforços que ele empenhe em fazer seu governo aparentar um clima de normalidade. Pesquisa realizada pela Ipsos Leia mais »

Durante 4º Congresso da Amupe, Paulo Câmara garante que investimentos em parceria com municípios vão superar R$ 1 bi…

O governador Paulo Câmara destacou, durante a Abertura do 4º Congresso da Associação Municipalista de Pernambuco (Amupe), ocorrida ontem (25), o trabalho do Estado para responder, em parceria com as prefeituras, às Leia mais »

Autenticação e reconhecimento de firma…

Você já imaginou não precisar mais autenticar ou reconhecer firma em documentos? Se ele foi expedido no Brasil e você vai apresentá-lo para um órgão público, fique sabendo: essa regra já está Leia mais »

Assaltantes atiram em agricultor durante festa de Sant’Ana no Parari em João Alfredo…

O tradicional festival de buscapés que o funcionário público Marcelo Barbosa realiza  na véspera do dia de San’Ana, na povoação do Parari, zona rural leste de João Alfredo, foi interrompido em virtude Leia mais »

Category Archives: Saúde

Diabetes na adolescência: como lidar com o problema que pode afetar a qualidade de vida dos jovens…

Cada vez mais comum, o diabetes já faz parte da vida de milhares de brasileiros. Números recentes do Ministério da Saúde (Vigitel – 2016) apontam que a parcela de diagnosticados mais do que dobrou em 10 anos e o país registra, atualmente, mais de 14 milhões de portadores da doença. Embora sua prevalência seja maior entre os adultos, engana-se quem pensa que este mal afeta apenas os mais velhos: o distúrbio também pode surgir durante a infância e adolescência, colocando em risco o desenvolvimento saudável desses jovens.  Lidar com o problema certamente é um desafio para os pais, sobretudo quando os filhos estão entrando na puberdade – período no qual as diversas mudanças físicas e psicológicas influenciam diretamente sob o tratamento. Contudo, é perfeitamente possível levar uma vida normal, desde que algumas medidas simples façam parte da rotina.

Distúrbio não é exclusividade de adultos

Quando se pensa na doença é normal associa-la aos maus hábitos alimentos. Isso porque o surgimento do diabetes mais comum, o tipo II, está intimamente ligado a um estilo de vida pouco saudável. Contudo, entre os mais jovens, não são necessariamente as escolhas do cardápio que vão levar ao acometimento da doença – o tipo I, mais prevalente nessa faixa etária, não é passível de prevenção e está ligado a fatores ainda pouco conhecidos pelos médicos – razão pela qual os pais devem ficar ainda mais atentos aos possíveis sintomas.

A doença costuma dar seus primeiros sinais logo na infância, porém, também pode surgir durante a puberdade e até mesmo tardiamente, em adultos. No tipo I, o distúrbio se caracteriza por uma resposta autoimune do organismo que, equivocadamente, ataca e destrói as células do pâncreas responsáveis pela secreção da insulina. Dessa forma, o indivíduo não produz mais este hormônio essencial para o transporte do açúcar no sangue para dentro das células. O resultado: episódios frequentes de hiperglicemia que acarretam em fadiga, sede e fome excessivas, perda de peso acentuada (sem razão aparente) e vontade de urinar frequente. A atenção aos sintomas é extremamente importante, pois, se não diagnosticada e tratada rapidamente, os episódios de hiperglicemia podem levar à desidratação severa e, até mesmo, ao coma.

Continua…

PE tem 153 cidades com risco elevado para transmissão de dengue, zika e chikungunya…

O 4º Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (LIRAa), que monitora a quantidade de imóveis com a presença de larvas do mosquito, mostra que 153 municípios pernambucanos estão em situação de risco elevado para transmissão de arboviroses, como dengue, zika e chikungunya. Isso representa 83% de todo o estado. Doze cidades ainda não informaram o resultado das inspeções.

De acordo com os dados do 4º ciclo, coletados até sábado (15) pela Secretaria de Saúde, 85 cidades estão em risco de surto e 68 encontram-se em situação de alerta. Dezenove municípios têm dados satisfatórios. Os números foram divulgados nesta quinta-feira (20).

Na quarta-feira (12), o complemento do 3º levantamento feito pela Secretaria de Saúde apontou problemas em 163 localidades. O levantamento anterior, no entanto, só não contou com dados de duas cidades: Tracunhaém, na Mata Norte, e Venturosa, no Agreste.

Doenças

Em 2017, Pernambuco notificou 10.044 casos de dengue. Segundo o estado, houve uma redução de 90.8% em relação ao ano passado.

Foram registrados, ainda, 2.966 casos de chikungunya, o que representa redução de 94,9%. A Secretaria de Saúde notificou também 429 ocorrências de zika, o que significa uma diminuição de 96%.

Mesmo com a queda das notificações de arboviroses, em relação a 2016, o governo ressalta aimportância da vigilância. A técnica do Programa de Controle das Arboviroses da Secretaria Estadual de Saúde (SES) Daniela Bandeira justificou que houve um leve aumento dos registros, nos últimos levantamentos.

Para ela, é preciso chamar a atenção dos gestores municipais e da população para que as ações de controle continuem sendo realizadas normalmente. (Fonte: G1)

Dia Internacional do Homem chama atenção para cuidados com a saúde masculina…

O homem vive em média sete anos a menos que a mulher. A cada três mortes de adulto, duas são de homens. Segundo dados do Sistema de Informação de Mortalidade (SIM) do Ministério da Saúde, na faixa de 20 a 59 anos, os homens morrem mais por causas externas, como acidentes de trânsito, acidentes de trabalho e lesões por violência. O segundo motivo de morte entre homens nesta faixa etária são as doenças do aparelho circulatório, seguida das neoplasias. Comemorado ontem (15), o Dia Internacional do Homem traz para o debate os cuidados com a saúde masculina no país.

Atualmente no Brasil 18% dos homens brasileiros são obesos e 57% apresentam sobrepeso. Com relação ao tabagismo, 12,7% fumam e sobre doenças crônicas, 7,8% dos homens têm diabetes e 23,6% têm hipertensão. Vinte e sete por cento dos homens consomem bebida alcóolica abusivamente e 12,9% dirigem após beber. Os dados fazem parte do Sistema de Vigilância de Fatores de Risco e Proteção para Doenças Crônicas por Inquérito Telefônico (Vigitel), realizado anualmente pelo governo federal.

Continua…

Autoteste de HIV estará disponível nacionalmente até o fim de julho em farmácias…

O autoteste para detectar a presença do vírus HIV no organismo deve estar disponível em farmácias de todo o país até o fim do mês. Nesta semana, o primeiro teste desse tipo a ser vendido no Brasil começou a chegar às farmácias do Rio de Janeiro. O produto, que custa entre R$ 60 e R$ 70, pode ser comprado sem receita médica, e a testagem produz resultado 10 minutos após o sangue entrar em contato com o reagente.

O Brasil é o primeiro país da América Latina e Caribe a disponibilizar o autoteste em farmácias. Para a diretora do Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde, Adele Benzaken, o produto é uma ferramenta importante para aumentar a capacidade de diagnóstico do vírus. Identificar a presença do HIV em 90% das pessoas infectadas é uma das metas da Organização das Nações Unidas (ONU) para 2020.

“Advogamos tanto com relação ao autoteste porque acreditamos que ele amplia e muito a cobertura diagnóstica. Têm pessoas que não querem ir à unidade de saúde para fazer o teste do HIV”, pondera ela, que alerta que o resultado positivo no autoteste não é um diagnóstico. Para tal, é preciso confirmação de outros exames e acompanhamento de profissionais de saúde. “O teste da farmácia não é confirmatório. Com o autoteste positivo, deve-se buscar imediatamente a unidade de saúde para fazer novos testes confirmatórios”, explica.

Continua…

Lei determina que maternidades de PE capacitem pais para evitar engasgamento de recém-nascidos…

Uma norma estadual determina que as maternidades públicas e privadas localizadas em Pernambuco garantam o treinamento para socorro em caso de engasgamento de recém-nascidos. De acordo com a Lei 16.095, de 5 de julho de 2017, os pais e responsáveis também devem receber capacitação sobre prevenção de morte súbita. Promulgada pela Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) e sancionada pelo governo, a lei foi publicada no Diário Oficial do Estado de Pernambuco de quinta-feira (6). De acordo com essa lei, o treinamento deve ser ministrado por um profissional de saúde, antes da alta médica. A norma entra em vigor em três meses e deve ser regulamentada pelo governo estadual.

No artigo 2º, a lei determina também que os hospitais devem afixar cartazes em locais visíveis de suas dependências, contendo a seguinte informação: “Este estabelecimento de saúde respeita a lei, garantindo treinamento para socorro em caso de engasgamento e prevenção de morte súbita, destinados aos pais ou responsáveis por recém-nascidos”.

Em caso de descumprimento, o artigo 3º prevê as seguintes penalidades: advertência, na primeira autuação da infração, e multa, na segunda autuação. O valor arbitrado será de R$ 1.000 a R$ 10.000, a depender do porte do estabelecimento e das circunstâncias da infração.

A fiscalização deve ser realizada pelos órgãos públicos, que ficam responsáveis pela aplicação das sanções. A lei original foi elaborada pelo deputado estadual Beto Accioly (PSL). (GP)

Estudo da Fiocruz alerta para risco de reurbanização da febre amarela no Brasil…

Estudo feito pelo Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz) em parceria com o Instituto Pasteur, da França, mostrou que o Brasil corre o risco de uma reintrodução do vírus da febre amarela no ambiente urbano. A pesquisa envolveu 11 populações de mosquitos transmissores da doença no Brasil (Aedes aegyptiAedes albopictusHaemagogus leocucelaenus e Sabethes albipirvus) e uma do Congo, na África, local de origem do vírus. O trabalho foi publicado na revista internacional Scientific Reports e contou também com a colaboração do Instituto Evandro Chagas, do Pará.

Três regiões que são cenário epidêmico e epizoótico (em que a infecção ocorre ao mesmo tempo em vários animais de uma mesma área geográfica, semelhante a uma epidemia em humanos) da febre amarela silvestre foram pesquisadas: Rio de Janeiro, Goiânia e Manaus. Segundo a entomologista Dinair Couto Lima, pesquisadora do Laboratório de Mosquitos Transmissores de Hematozoários da Fiocruz, o Rio de Janeiro é o que apresenta o maior potencial de disseminação do vírus em área urbana. Em Goiânia e Manaus as populações de mosquitos também foram suscetíveis à transmissão da doença, mas em menor grau.

Continua…

Mulher com suspeita de raiva humana foi mordida na mão por gato de rua…

A pernambucana internada com suspeita de raiva humana no Hospital Universitário Oswaldo Cruz (Huoc), no Recife, foi mordida no dedo da mão por um gato de rua. Adriana Vicente da Silva, de 30 anos, é dona de um pet shop localizado na área Central da capital pernambucana e tentava resgatar o animal, que, após morder a empresária, fugiu. 

Adriana deu entrada no Huoc, no bairro de Santo Amaro, no Recife, no último fim de semana. Foram realizados exames para confirmar a infecção, que possui taxa de mortalidade de praticamente 100%. O quadro dela é considerado gravíssimo. A mulher está no isolamento do Departamento de Infectologia da unidade de saúde.

O Hospital Oswaldo Cruz confirmou a chegada da paciente com sinais de raiva humana e informou que a mulher deu entrada na unidade de saúde em avançado estágio de infecção. Por meio de nota, o Huoc informou que os exames necessários para o diagnóstico foram enviados ao Lacen e estão a caminho de São Paulo, onde serão realizados.

Continua…

Anvisa determina a suspensão de 13 lotes do anticoncepcional Gynera…

Uma determinação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspende a comercialização de 13 lotes do anticoncepcional Gynera. A farmacêutica Bayer, fabricante do medicamento, comunicou o recolhimento voluntário dos produtos.

O motivo do recolhimento foram os resultados insatisfatórios em testes de estabilidade, que determinaram um “risco à saúde de classe III”, que significa um alto risco. O Gynera é um contraceptivo oral composto por dois hormônios, um estrogênio (etinilestradiol) e um progestógeno (gestodeno).

Com informações do G1

Gravador SRA Geratherm – Novidade nesta região em exame de prevenção de AVC…

Dr. André Xavier

Maiores informações: (81) 992929547

Anvisa determina suspensão de uso e distribuição de vacina contra rotavírus…

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) determinou a suspensão da distribuição e do uso de 16 lotes da vacina Rotarix, imunizante oral utilizado para a proteção contra diarreia e vômito causados pela infecção por rotavírus humano. A decisão foi publicada hoje (16) no Diário Oficial da União (DOU). De acordo com a agência foi identificada desvio de qualidade na vacina em decorrência da “perda de integridade das bisnagas, durante o processo de fabricação, que resultou no vazamento das bisnagas contendo a vacina”.

As vacinas, fabricadas pela empresa GlaxoSmithkline, na Bélgica, são distribuídas no país pelo Instituto de Tecnologia em Imunobiológicos Bio-Manguinhos. Além da suspensão, a Anvisa também determinou o recolhimento dos lotes com data de validade vigente que ainda estiverem disponíveis no mercado.

Continua…

Pacientes acamados recebem visitas da equipe de saúde bucal em João Alfredo…


Não existe idade para os cuidados necessários com os dentes e o sorriso. Com esse pensamento, a Prefeitura de João Alfredo, através da Secretaria Municipal de Saúde, tem intensificado as visitas domiciliares aos pacientes acamados que moram na cidade e nas comunidades rurais. O atendimento é realizado pelas equipes de saúde bucal das Unidades Básicas de Saúde (UBS) – formadas por Agente Comunitário de Saúde (ACS), Assistente de Saúde Bucal (ASB) e Odotólogo. “As visitas despertam os acamados para a importância do cuidado com os dentes. Observamos que esse trabalho tem gerado resultados positivos”, avaliou a secretária de Saúde, Márcia Almeida.

As visitas domiciliares são rotineiras e integram o plano de trabalho da atenção básica do município. De acordo com a equipe de saúde bucal, o ACS durante as visitas detecta quais pacientes apresentam necessidade de atendimento e realiza os agendamentos com o dentista. “O agente de saúde mantém esse contato direto com as famílias. Isso é muito importante no trabalho preventivo ou detecção precoce de problemas. Além de tudo isso, o paciente mesmo acamado tem a garantia do atendimento bucal. Também
lembro que esses encontros aproximam ainda mais as famílias do posto de saúde. É um ciclo fundamental na área da saúde”, ressaltou a secretária. (PMJA – Imprensa)

Pesquisa mostra que produtos orgânicos são consumidos por 15% da população…

Cerca de 15% da população urbana consumiu algum produto orgânico nos últimos dois meses, segundo pesquisa divulgada ontem (7) pelo Conselho Brasileiro de Produção Orgânica e Sustentável (Organis). A maior procura por este tipo de produto (34%) está na Região Sul, que ultrapassa o dobro do consumo nacional. Os dados foram divulgados no primeiro dia da 13ª Feira Internacional de Produtos Orgânicos e Agroecologia (Bio Brazil Fair), que vai até domingo (11), na Bienal do Ibirapuera, na capital paulista.

“Precisávamos ter o perfil por região, com consumo, costumes e percepção do consumidor de orgânicos. Essa pesquisa ajudará nas estratégias comerciais dos produtores, empresas e varejistas. Se há cerca de 600 feiras orgânicas mapeadas no Brasil e, a cada ano, o crescimento do setor chega em 20%, temos um potencial de aumento do consumo”, disse Ming Liu, diretor executivo do Organis.

Os produtos orgânicos mais consumidos são verduras, legumes e frutas. Seis em cada dez consumidores consomem verduras orgânicas. Os legumes e as frutas são escolhas de uma em cada quatro pessoas. Entra as outras opções disponíveis ao consumidor de orgânicos estão produtos como carnes, chocolates, sucos, leites, laticínios, biscoitos, shampoos, sabonetes e tecidos.(AB)

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo