Festa em Lagoa Comprida (Bom Jardim-PE)…

Leia mais »

Hemope lança campanha para doação de sangue no período de Carnaval…

Para atrair mais doações para o período de carnaval, a Fundação Hemope lança a campanha “Compartilhe Cultura e Solidariedade, faça a diferença, doe sangue no Hemope” onde doadores poderão participar da ação Leia mais »

Governo anuncia R$ 406 milhões para escolas em tempo integral…

O presidente Michel Temer e o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciaram ontem (17) a liberação de R$ 406 milhões para o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O Leia mais »

Levantamento aponta honestidade como fator prioritário para 72% dos eleitores…

Henrique Gomes Batista / O Globo Uma pesquisa inédita feito pela Ideia Big Data para o Brazil Institute do Wilson Center, aponta um descrédito da população brasileira com o Congresso, a falta Leia mais »

Retiro de Carnaval – João Alfredo…

Leia mais »

Category Archives: Entretenimento

Fragmento Bíblico…

Reflexão do dia…

Limoeiro terá show do padre João Carlos…

Faltando poucos dias para o início da tradicional Festa de São Sebastião de Limoeiro, a programação artística ainda não está definida. Há vários anos se tornou rotina divulgar os nomes dos cantores e bandas em “cima da hora”. Para 2018, o prefeito João Luís disse durante entrevista à Rádio Jornal que a festa será menor com relação ao ano anterior. Os dois palcos permanecem, sendo um na Rua da Matriz e outro no Pátio de Eventos Toinho de Limoeiro (Pátio da Feira). Uma novidade será o encerramento apenas com uma atração religiosa. A missa campal, após a procissão do domingo (21) de encerramento, acontecerá no palco principal, seguida da apresentação do padre João Carlos (Foto). 

No palco em frente a Igreja Matriz de Nossa Senhora da Apresentação se apresentarão os artistas locais, com espaço também reservado para a cultura popular e apresentação teatral. O gestor municipal disse que bandas estão em fase de contratação, mas não revelou nenhum nome. João falou ainda que está tentando reservar recursos para pagar aos artistas assim que finalizar as apresentações. Outra definição é quanto ao número de atrações por noite, que será limitado a duas. Na quinta (18) será realizado um festival de prêmios de um supermercado da cidade, seguido de um show de calouros. Na sexta (19) e no sábado (20) acontecem os shows.  (Blog do Agreste/Imagem | Reprodução Internet)

Prefeitura de Surubim anuncia atrações da 92ª Festa de São Sebastião…

Faltando sete dias para o início da 92ª Festa de São Sebastião de Surubim, a prefeitura divulgou ontem (3) duas atrações da programação artística. As animações do dia 19/01 ficam por conta da Banda Magníficos e da dupla Kelly & Flávia Reis. Já nesta quinta-feira (4), foram divulgadas as atrações para o dia 20/01: Maria Clara e Ávine Vinny.

Imagem: Divulgação/Reprodução

A festa acontece de 11 a 20 de janeiro e este ano os fiéis tem mais um motivo para celebrar: são 30 anos da paróquia na capital da vaquejada. A Festa de São Sebastião é um dos eventos mais tradicionais do município, atraindo milhares de pessoas todos os anos. (Negócios&Informes)

Festa de Reis em Umari (Bom Jardim-PE)…

Reflexão do dia…

Pagode em João Alfredo…

O sol tem que nascer para todos…

Vittorio Medioli / O Tempo

Vou arriscar. O ano de 2015 foi regido por Shiva, o aspecto da Tríade hinduísta que tem em Brahma, o criador de tudo, a inteligência suprema, a mente cósmica, a emanação; em Vishnu, a força mantenedora, o dharma, o dever de fazer o que é certo e correto; em Shiva, a força destruidora, não daquilo que é ainda necessário, mas do que se esgotou, que enfaixa uma situação. Shiva destrói a casca do egoísmo e permite a libertação da consciência.

No ano que se finda Shiva deu golpes certeiros em quem se acreditava ao reparo das atenções divinas. Colocou em crise quem adota qualquer método para atingir seus fins. Para alguns intocáveis fez ruir a ilusão da impunidade. Rachou alicerces que pareciam eternos.

Se nas dificuldades existe uma importante lição, chegou para muitas pessoas a hora de apreender e, para outras, compreender o que não sabiam. Embora ser rico ou ser pobre sejam coisas que nos acontecem, saber ser rico ou ser pobre é algo que nós produzimos por dentro. O que nos faz felizes não é essencialmente aquilo que temos, mas sim o que nós somos.

Continua…

Começou…

Nenhum texto alternativo automático disponível.

Muito cuidado…

Celebrar a paz, sonho possível…

Felipe Magalhães

Tudo é relativo, só Deus é absoluto! Essa fala carrega muito sentido para os que creem. O Deus absoluto, que quis se relativizar na história humana, para fazer comunhão com o mundo, ensina-nos a não absolutizar nada, pois tudo está em relação. Ele próprio, revelado e compreendido como Trindade, é só relação: o absoluto que, por força do amor que o define e move, doa-se infinitamente.

O ser humano, entretanto, busca absolutizar-se e absolutizar muitas coisas. É o pecado da idolatria. Tornar coisas absolutas, além de criar outros deuses, rompe com toda a possibilidade da paz: religiões absolutizadas, ideologias absolutizadas, culturas absolutizadas, entre outras coisas, geram desarmonia, violência, intolerância. Como cidadãos do mundo, precisamos cultivar a cultura da paz. Como cristãos, precisamos viver e testemunhar a paz.

O próximo dia 1º, além de marcar o início de um novo ano, o de 2017, é o dia da Confraternização Universal – Dia Mundial da Paz –, como convite à solidariedade humana, em e entre todos os povos, numa adesão de paz. Muitos sinais de morte, violência e desumanização acontecem todos os dias, no mundo inteiro. Mas é preciso, esperando contra toda a esperança, fazer opção pela paz, realidade possível.

O artigo Qual a paz que queremos?, do Pe. Rodrigo Ferreira da Costa, SDN, traz um esboço do significado da paz, que está para além da inexistência dos conflitos. Denunciando os falsos significados da paz, carregados de injustiça e violência, muitas vezes silenciosas, o autor nos ajuda a refletir sobre a importância da paz, de modo profundo, como fruto da justiça, tal como nos inspira a Escritura.

Esses falsos significados da paz, como verdadeiros empecilhos para a realização da justiça, alcançam os pobres do mundo, cotidianamente, desde as guerras do Oriente Médio às políticas desumanas realizadas em nosso país, nos últimos meses. É o que nos ajuda a refletir o artigo: Celebrar a paz em tempos de ódio, do Ms. Pe. Antônio Ronaldo Vieira Nogueira. Os sinais de morte, presentes no mundo, não nos podem tirar a esperança e o protagonismo que busca a paz, verdadeiro shalom para o mundo.

No mundo, bilhões de pessoas professam alguma fé. Sem o papel fundamental das religiões, a paz não será uma realidade possível. O terceiro artigo de nossa matéria especial, Paz entre as religiões: uma utopia possível e, cada vez mais, necessária, do Drdo. Edward Neves Monteiro de Barros Guimarães, aborda essa fundamental questão, do protagonismo religioso na busca e concretização da paz, possibilidade de dignificação e humanização da pessoa e de toda a vida criada.

Sejamos construtores da paz! Que 2017 seja, de fato, um ano que agrade ao Senhor! (PC)

Protestos…

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo