São João 2018 de Salgadinho- PE…

Leia mais »

Clodoaldo Magalhães solicita programas do Governo do Estado para João Alfredo

  O deputado estadual Clodoaldo Magalhães, formado em Medicina e ocupando pela terceira vez consecutiva um mandato na Assembleia Legislativa, preside a Comissão de Finanças, e é membro das Comissões de Educação Leia mais »

João Alfredo – Ecos do São João da SAS 2018…

Data: 19 / 06 / 2018 Local: Ginásio Djair Santos João Alfredo – PE Fotos: divulgação Leia mais »

Ni do Badoque anuncia pré-candidatura para deputado estadual pelo Progressistas…

Ontem (19), o humorista e Youtuber Ni do Badoque reuniu os fãs, amigos e familiares para anunciar sua pré-candidatura para deputado estadual pelo partido Progressistas. Com o apoio do líder do partido Leia mais »

Festejos Juninos 2018 em João Alfredo…

Leia mais »

Category Archives: Cultura

Nordestinês…

images20

Letra V

VAI SAIR – Diz vou chegar

VARÃO – Estrado, lastro. Grade de madeira onde se assenta o colchão.

VARAPAU – Homem alto.

VAREITE -Similar a “Arre équa”

VARIANTE – Estrada alternativa, secundária.

VEIO – Velho. Amigo, camarada, colega.

VELATÓRIO – Velório. Sentinela

VELHACO – Caloteiro, devedor, malandro.

VENTA – Nariz.

VERDOSO – Fruto que não está bem maduro.

VERMINOSO – Fominha (futebol).

VEXADO – Apressado.

VIÇAR – Mulher ou animal no cio, com tesão

VIGIE – Procure.

VIRCHE – Vige. Virge. Virgem Maria. Expressão de espanto,surpresa.

VISAGE – Fantasma, aparição.

VISAGEM – Assombração, fantasma.

VIU – Entendi. Está certo. O.k. 2. Entendeu? Ouviu?

VIXE! – Virgem Maria.

VOINHA (VÓÍNHA) – Avó.

VOINHO (VÔÍNHO) – Avô.

VOLTA – Corrente com pingente, trancilim

VÔTE – Mesmo que “ARRE ÉGUA”,

VOTE! (Ô) – Interjeição usada expressar espanto, repulsa, surpresa.

 

Letra X

XELELÉU – Puxa saco

XEPEIRO – 1. Indivíduo que vive pedindo as coisas. 2. Que vive recursos alheios. 3 Que vai aos locais sem ser convidado.

XERECA – Genital feminino

XERÉM – Resíduo do milho que, após pilado e peneirado, permanece na peneira. É servido para as galinhas.

XEXEIRO – (xêi) Caloteiro. Mal pagador.

XEXÉU Indivíduo com o cabelo arrepiado.

XEXO – (ê) Seixo. Calotear. Não pagar a prostituta.

XIBIU – (bí) Vagina.

XIBIU DE APITO – Objeto ou pessoa que faz muito barulho.

XIMÃO – Indivíduo que olha demais para a comida de outra pessoa ou para quem está comendo.

XIMAR – Olhar demais para a comida de outra pessoa ou para quem está comendo.

XIMONA – Mulher que olha demais para a comida de outra pessoa ou para quem está comendo.

XOTAR – enxotar, expulsar, mandar embora.

XÔXO – Franzino, miúdo.

XOXOTA – Mesmo que xereca

XUMBREGAR – Trocar carícias íntimas. “Se amassar”.

 

Letra Y

YPICILONE – (ô) Letra Y.

 

Letra Z

ZABUMBA – Dança folclórica acompanhada por tocadores de pífanos e zabumba.

ZAMBETA – De pernas tortas. Com as coxas e joelhos juntos e os pés bastante separados.

ZAROIO – Zarolho. Estrábico, vesgo.

ZERADO – Artigo novo.

ZOADA – Barulho, confusão, gritaria, zumbido.

ZUADENTO – Barulhento.

ZURUÓ – Alguém desligado.

 AZCultura

Arquivo Fotográfico

Dié 1981Dié Cavalcanti com amigas em clima festivo no ano de 1981, em João Alfredo. 

barra39

Jarina 87aTarde de formação, com alunos da Escola Jarina Maia, no ano de 1987. 

Fragmento Bíblico

1798774_754153674597780_1963359445_n

Arquivo Fotográfico

050193

Eliathah Cordeiro, Gilmário Almeida (+), Dimas Santos, Ivan Júnior e Carlinhos Costa, durante animado encontro realizado no dia 05 de janeiro de 1993, em João Alfredo. 

barra39

1994Confraternização de final de ano dos funcionários e alguns clientes da agência do Banco do Brasil de João Alfredo, realizada no dia 17 de dezembro de 1994. 

Fragmento Bíblico

1391873_617646231632637_95479872_n

Arquivo Fotográfico

2003k

Grupo de joãoalfredenses participando de um evento social em Bom Jardim, realizado no dia 17 de maio de 2003.

barra39

2006 fA alegria de Edcláudio (+) Ricardinho,  Stéfane e Flávia, no Sítio Vovô Bide, no dia 27 de agosto de 2006. 

Fragmento Bíblico

1974498_650172121684570_1173052755_n

Liturgia Católica

Vela-virtual-11

DIA 23 DE MARÇO – DOMINGO

III DOMINGO DA QUARESMA 
(ROXO, CREIO – III SEMANA DO SALTÉRIO)

Antífona da entrada: Tenho os olhos sempre fitos no Senhor, porque livra os meus pés da armadilha. Olhai para mim, tende piedade, pois vivo sozinho e infeliz (Sl 24,15s).

Oração do dia

Ó Deus, fonte de toda misericórdia e de toda bondade, vós nos indicastes o jejum, a esmola e a oração como remédio contra o pecado. Acolhei esta confissão da nossa fraqueza para que, humilhados pela consciência de nossas faltas, sejamos confortados pela vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Êxodo 17,3-7)

Leitura do livro do Êxodo. 
Naqueles dias, 17 3 entretanto, o povo que ali estava privado de água e devorado pela sede, murmurava contra Moisés: “Por que nos fizeste sair do Egito? Para nos fazer morrer de sede com nossos filhinhos e nossos rebanhos?” 
4 Então dirigiu Moisés esta prece ao Senhor: “Que farei a este povo? Mais um pouco e irão apedrejar-me.” 
5 O Senhor respondeu a Moisés: “Passa adiante do povo, e leva contigo alguns dos anciãos de Israel; toma na mão tua vara, com que feriste o Nilo, e vai. 
6 Eis que estarei ali diante de ti, sobre o rochedo do monte Horeb ferirás o rochedo e a água jorrará dele: assim o povo poderá beber.” Isso fez Moisés em presença dos anciãos de Israel. 
7 Chamaram esse lugar Massá e Meribá, por causa da contenda que os israelitas tiveram com ele, e porque tinham provocado o Senhor, dizendo: “O Senhor está ou não no meio de nós?”
Palavra do Senhor.

Salmo responsorial 94/95

Não fecheis o vosso coração,
Mas ouvi a voz do Senhor.

Vinde, exultemos de alegria no Senhor,
aclamemos o rochedo que nos salva!
Ao seu encontro caminhemos com louvores
e, com cantos de alegria, o celebremos!

Vinde, adoremos e prostremo-nos por terra,
e ajoelhemos ante o Deus que nos criou!
Porque ele é o nosso Deus, nosso pastor,
e nós somos o seu povo e seu rebanho,
as ovelhas que conduz com sua mão.

Oxalá ouvísseis hoje a sua voz:
“Não fecheis os corações como em Meriba,
como em Massa, no deserto, aquele dia,
em que outrora vossos pais me provocaram,
apesar de terem visto as minhas obras”.

Leitura (Romanos 5,1-2.5-8)

 

Leitura da primeira carta de são Paulo aos Romanos. 
Irmãos, 5 1 justificados, pois, pela fé temos a paz com Deus, por meio de nosso Senhor Jesus Cristo. 
2 Por ele é que tivemos acesso a essa graça, na qual estamos firmes, e nos gloriamos na esperança de possuir um dia a glória de Deus. 
5 E a esperança não engana. Porque o amor de Deus foi derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado. 
6 Com efeito, quando éramos ainda fracos, Cristo a seu tempo morreu pelos ímpios. 
7 Em rigor, a gente aceitaria morrer por um justo, por um homem de bem, quiçá se consentiria em morrer. 
8 Mas eis aqui uma prova brilhante de amor de Deus por nós: quando éramos ainda pecadores, Cristo morreu por nós.
Palavra do Senhor.

Evangelho (João 4,5-42 ou 5-15.19-26.39-42)

Glória e louvor a vós, ó Cristo.
Na verdade, sois, Senhor, o salvador do mundo. Senhor, dai-me água viva a fim de eu não ter sede! (Jo4,42.15).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
Naquele tempo, Jesus 4 5 chegou, pois, a uma localidade da Samaria, chamada Sicar, junto das terras que Jacó dera a seu filho José. 
6 Ali havia o poço de Jacó. E Jesus, fatigado da viagem, sentou-se à beira do poço. Era por volta do meio-dia. 
7 Veio uma mulher da Samaria tirar água. Pediu-lhe Jesus: “Dá-me de beber”. 
8 (Pois os discípulos tinham ido à cidade comprar mantimentos.) 
9 Aquela samaritana lhe disse: “Sendo tu judeu, como pedes de beber a mim, que sou samaritana?” (Pois os judeus não se comunicavam com os samaritanos.) 
10 Respondeu-lhe Jesus: “Se conhecesses o dom de Deus, e quem é que te diz: ´Dá-me de beber, certamente lhe pedirias tu mesma e ele te daria uma água viva´”. 
11 A mulher lhe replicou: “Senhor, não tens com que tirá-la, e o poço é fundo… donde tens, pois, essa água viva? 
12 És, porventura, maior do que o nosso pai Jacó, que nos deu este poço, do qual ele mesmo bebeu e também os seus filhos e os seus rebanhos?” 
13 Respondeu-lhe Jesus: “Todo aquele que beber desta água tornará a ter sede, 
14 mas o que beber da água que eu lhe der jamais terá sede. Mas a água que eu lhe der virá a ser nele fonte de água, que jorrará até a vida eterna”. 
15 A mulher suplicou: “Senhor, dá-me desta água, para eu já não ter sede nem vir aqui tirá-la!” 
16 Disse-lhe Jesus: “Vai, chama teu marido e volta cá”. 
17 A mulher respondeu: “Não tenho marido”. Disse Jesus: “Tens razão em dizer que não tens marido. 
18 Tiveste cinco maridos, e o que agora tens não é teu. Nisto disseste a verdade”. 
19 “Senhor”, disse-lhe a mulher, “vejo que és profeta!
20 Nossos pais adoraram neste monte, mas vós dizeis que é em Jerusalém que se deve adorar”. 
21 Jesus respondeu: “Mulher, acredita-me, vem a hora em que não adorareis o Pai, nem neste monte nem em Jerusalém. 
22 Vós adorais o que não conheceis, nós adoramos o que conhecemos, porque a salvação vem dos judeus. 
23 Mas vem a hora, e já chegou, em que os verdadeiros adoradores hão de adorar o Pai em espírito e verdade, e são esses adoradores que o Pai deseja. 
24 Deus é espírito, e os seus adoradores devem adorá-lo em espírito e verdade”. 
25 Respondeu a mulher: “Sei que deve vir o Messias (que se chama Cristo); quando, pois, vier, ele nos fará conhecer todas as coisas”. 
26 Disse-lhe Jesus: “Sou eu, quem fala contigo”. 
27 Nisso seus discípulos chegaram e maravilharam-se de que estivesse falando com uma mulher. Ninguém, todavia, perguntou: “Que perguntas?” Ou: “Que falas com ela?” 
28 A mulher deixou o seu cântaro, foi à cidade e disse àqueles homens: 
29 “Vinde e vede um homem que me contou tudo o que tenho feito. Não seria ele, porventura, o Cristo?” 
30 Eles saíram da cidade e vieram ter com Jesus. 
31 Entretanto, os discípulos lhe pediam: “Mestre, come”. 
32 Mas ele lhes disse: “Tenho um alimento para comer que vós não conheceis”. 
33 Os discípulos perguntavam uns aos outros: “Alguém lhe teria trazido de comer?” 
34 Disse-lhes Jesus: “Meu alimento é fazer a vontade daquele que me enviou e cumprir a sua obra. 
35 Não dizeis vós que ainda há quatro meses e vem a colheita? Eis que vos digo: levantai os vossos olhos e vede os campos, porque já estão brancos para a ceifa. 
36 O que ceifa recebe o salário e ajunta fruto para a vida eterna; assim o semeador e o ceifador juntamente se regozijarão. 
37 Porque eis que se pode dizer com toda verdade: Um é o que semeia outro é o que ceifa. 38 Enviei-vos a ceifar onde não tendes trabalhado; outros trabalharam, e vós entrastes nos seus trabalhos”. 
39 Muitos foram os samaritanos daquela cidade que creram nele por causa da palavra da mulher, que lhes declarara: “Ele me disse tudo quanto tenho feito”. 
40 Assim, quando os samaritanos foram ter com ele, pediram que ficasse com eles. Ele permaneceu ali dois dias. 
41 Ainda muitos outros creram nele por causa das suas palavras. 
42 E diziam à mulher: “Já não é por causa da tua declaração que cremos, mas nós mesmos ouvimos e sabemos ser este verdadeiramente o Salvador do mundo”.
Palavra da Salvação. (Dom Total)

Arquivo Fotográfico

Coop President and Padre = more sign upO sindicalista rural José Rodrigues da Silva (+) e o padre Jonas Menezes e Silva (+), no dia 13 de janeiro de 1969, em João Alfredo. 

barra39

Mealtime

Josimar Dutra – “Dó de Louro” (+), o cooperativista norte-americano Jay Sessions e  Naelson Lima (+), na manhã do dia 10 de março de 1970, em frente ao Hotel Central, em João Alfredo. Bela lembrança do “Hotel de Dona Maria de Amâncio”…

Fragmento Bíblico

1891053_736683869684588_1621112411_n

Arquivo Fotográfico

011286Sônia Miranda, Dimas Santos, Nadje Chaves (+), Renava e Ieda Rodrigues, na Secretaria da Escola Jarina Maia, no dia 01 de dezembro de 1986. 

barra39

1990jmA estimada professora Aldileia Luna com seus alunos formando em ABC, no dia 15 de dezembro de 1990.

BLOCO DO ZÉ anima Limoeiro e região neste domingo (23)…

10008502_323062631152394_1757319845_n

Neste domingo (23) haverá a terceira edição do BLOCO DO ZÉ ,em Limoeiro,  considerado um dos maiores blocos da região. A agremiação é comandada pelo vereador Zé Nilton, com a ajuda de amigos e a participação do povo em geral.

A concentração começará a partir da 11h00 na Cohab Nova, com dois trios elétricos, a Banda Levy, orquestra de frevos, bonecos gingantes, maracatu, bois e caboclinhos, feijoada e mais de 500 litros de batida e banho de cheiro para animar os foliões.  

A partir das 14h00 sairá o arrastão  percorrendo as principais ruas com as  bandas Vilões do Forró Elétrico e Bicho do Mato.  O Bloco do Zé finaliza na Avenida Severino Pinheiro onde acontecera a apoteose do bloco, que arrasta uma multidão de foliões  de Limoeiro e região.

Este ano o Bloco contará com uma novidade que é o concurso de fantasias onde quem estiver bem caracterizado com o clima de carnaval ganhará prêmios.

O bom andamento do evento contará com a colaboração da Polícia Militar e um equipe de seguranças particulares. 

Arquivo Veras Vídeo

Arquivo Veras Vídeo

 

 

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo