II “Forro do Bucho Chei” em João Alfredo…

Leia mais »

Venha pra TiConnect….

    Leia mais »

Opinião – Um amor pra toda a vida: eu e o forró…

13 de dezembro de 1912, sexta-feira, Fazenda Caiçara – zona rural de Exu – PE, região do Sertão do Araripe, nascia na casa de Sr Januário e Dona Santana: LUIZ GONZAGA DO Leia mais »

Dr. Marcos Araújo – Ginecologista obstetra…

Leia mais »

João Alfredo – Lagoa Funda terá nova Unidade Básica de Saúde…

A prefeita de João Alfredo, Maria Sebastiana (PSD), recebeu no final da tarde de ontem (11) a confirmação da liberação na ordem de R$ 663 mil, do Ministério da Saúde, destinados à Leia mais »

Category Archives: Cultura

Arquivo Fotográfico

220688ccma

O estudante Antônio Salvino Barbosa (presidente do CCSAF), a professora Lineuda Prado Silva (diretora da escola) e o professor Dimas Santos, na posse da diretoria do Centro Cívico Senador Antônio Farias, da Escola Estadual Prof. Miguel Azevedo de Oliveira, João Alfredo, no dia 22 de junho de 1988. 

barra39

280691bsp

Danilo Santos (+) e Dimas Santos, cantando no Baile de São Pedro, realizado na Escola Jarina Maia, João Alfredo, no dia 28 de junho de 1991. 

Fragmento Bíblico

10155520_681492215249577_1021611593_n

Liturgia Católica

Vela-virtual-11

DIA 29 DE JUNHO – DOMINGO

SÃO PEDRO E SÃO PAULO 
(VERMELHO, GLÓRIA, CREIO, PREFÁCIO PRÓPRIO – OFÍCIO DA SOLENIDADE)

Antífona da entrada: Eis os santos que, vivendo neste mundo, plantaram a Igreja, regando-a com seu sangue. Beberam do cálice do Senhor e se tornaram amigos de Deus.

Oração do dia

Senhor nosso Deus, concedei-nos os auxílios necessários à salvação pela intercessão dos apóstolos são Pedro e são Paulo, pelos quais destes à vossa Igreja os primeiros benefícios da fé. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Atos dos Apóstolos 12,1-11)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.
12 1 Por aquele mesmo tempo, o rei Herodes mandou prender alguns membros da Igreja para os maltratar.
2 Assim foi que matou à espada Tiago, irmão de João.
3 Vendo que isto agradava aos judeus, mandou prender Pedro. Eram então os dias dos pães sem fermento.
4 Mandou prendê-lo e lançou-o no cárcere, entregando-o à guarda de quatro grupos, de quatro soldados cada um, com a intenção de apresentá-lo ao povo depois da Páscoa.
5 Pedro estava assim encerrado na prisão, mas a Igreja orava sem cessar por ele a Deus.
6 Ora, quando Herodes estava para o apresentar, naquela mesma noite dormia Pedro entre dois soldados, ligado com duas cadeias. Os guardas, à porta, vigiavam o cárcere.
7 De repente, apresentou-se um anjo do Senhor, e uma luz brilhou no recinto. Tocando no lado de Pedro, o anjo despertou-o: “Levanta-te depressa”, disse ele. Caíram-lhe as cadeias das mãos.
8 O anjo ordenou: “Cinge-te e calça as tuas sandálias”. Ele assim o fez. O anjo acrescentou: “Cobre-te com a tua capa e segue-me”.
9 Pedro saiu e seguiu-o, sem saber se era real o que se fazia por meio do anjo. Julgava estar sonhando.
10 Passaram o primeiro e o segundo postos da guarda. Chegaram ao portão de ferro, que dá para a cidade, o qual se lhes abriu por si mesmo. Saíram e tomaram juntos uma rua. Em seguida, de súbito, o anjo desapareceu.
11 Então Pedro tornou a si e disse: “Agora vejo que o Senhor mandou verdadeiramente o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de tudo o que esperava o povo dos judeus”.
Palavra do Senhor.

Salmo responsorial 33/34

De todos os temores me livrou o Senhor Deus.

Bendirei o Senhor Deus em todo tempo,
seu louvor estará sempre em minha boca.
Minha alma se gloria no Senhor;
que ouçam os humildes e se alegrem!

Comigo engrandecei ao Senhor Deus,
exaltemos todos juntos o seu nome!
Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu
e de todos os temores me livrou.

Contemplai a sua face e alegrai-vos,
e vosso rosto não se cubra de vergonha!
Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido,
e o Senhor o libertou de toda angústia.

O anjo do Senhor vem acampar
ao redor dos que o temem e os salva.
Provai e vede quão suave é o Senhor!
Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

Leitura (2 Timóteo 4,6-8. 17-18)

Leitura da segunda carta de são Paulo a Timóteo.
4 6 Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima.
7 Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé.
8 Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.
17 Contudo, o Senhor me assistiu e me deu forças, para que, por meu intermédio, a boa mensagem fosse plenamente anunciada e chegasse aos ouvidos de todos os pagãos. E fui salvo das fauces do leão.
18 O Senhor me salvará de todo mal e me preservará para o seu Reino celestial. A ele a glória por toda a eternidade!

Evangelho (Mateus 16,13-19)

Aleluia, aleluia, aleluia.
Tu és Pedro e sobre esta pedra eu irei construir a minha igreja; e as portas do inferno não irão derrotá-la (MT 16,18)

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
Naquele tempo, 16 13 chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: “No dizer do povo, quem é o Filho do Homem?”
14 Responderam: “Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas”.
15 Disse-lhes Jesus: “E vós quem dizeis que eu sou?”
16 Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo!”
17 Jesus então lhe disse: “Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus.
18 E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.
19 Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”.
Palavra da Salvação. (Dom Total)

Arquivo Fotográfico

19061969wmsMarcinha Souza e Wilson França na quadrilha junina da Escola Jarina Maia (João Alfredo), no dia 19 de junho de 1969.

barra39

Sérgio e Débora 84O casal “matutinho” Sérgio Ferreira e Débora, nos festejos juninos de 1984, em João Alfredo. 

Fragmento Bíblico

10155457_708790635810856_3868395218875606788_n

Ecos do São João da Educação em João Alfredo – PE

1255213_1416726098549683_1102877627_n

Arquivo Fotográfico

120681tnO empresário artístico Ronaldo Oliveira – “Loy” (+), os músicos “Coroné”, “Cobrinha” (+) e “Lindú (+) – Trio Nordestino – e Dimas Santos, antes de uma festa realizada no Clube “Cara e Coroa”, em Surubim, no dia 12 de junho de 1981. 

barra39

120681deTurma descontraída na festa realizada no dia 12 de junho de 1981, no Clube Cara e Coroa, em Surubim, ao som do “Trio Nordestino”. Nos lados opostos, o presidente do Sport Surubim ,Nílson Mota (+) e o vereador Gilvan Arruda (+). 

Fragmento Bíblico

10154020_653376978043168_2781046854457674292_n

Arquivo Fotográfico

08102005jmv (2)O deputado federal Armando Monteiro Neto discursando na abertura do Festival da Cultura de João Alfredo, em ato realizado no dia 02 de outubro de 2005. Ao lado, a prefeita Maria Sebastiana, o vice-prefeito Zeca Falcão, o deputado estadual Sebastião Rufino e o vereador Zé Martins (presidente da Câmara Municipal de João Alfredo). 

barra39

08102005jmv (1)

Sessão Solene da Câmara Municipal , comemorando a passagem do 70º aniversário de emancipação política do Município de João Alfredo, realizada no dia 08 de outubro de 2005, no auditório da Escola Nossa Senhora Auxiliadora. Na oportunidade, o deputado federal Eduardo Campos recebeu o título de “Cidadão de João Alfredo’, proposto pelo vereador Zé Martins (presidente da CMJA). 

Fundarpe nega pressão para demissão de terceirizados…

Presidente da Fundarpe Severino Pessoa

Presidente da Fundarpe Severino Pessoa

Acusado de pressionar funcionários terceirizados a pedir demissão, o presidente da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), Severino Pessoa, negou a denúncia. Porém, Pessoa justificou que a empresa responsável pela contratação dos profissionais finalizará a prestação do serviço na próxima segunda-feira (30) e, como se recusa a encerrar o contrato com os trabalhadores, o que geraria indenização, eles só poderão ficar no órgão após a terça (1º) se deixarem a empresa anterior para se vincular à nova.

Tudo começou com a divulgação do áudio de uma reunião realizada entre o presidente da Fundarpe e os funcionários nessa quarta (25). Segundo ele, o encontro foi convocado para esclarecer esse impasse, que estaria gerando boatos nos corredores. “A gente não tem nada para esconder. Se tivesse, não reuniria 150 pessoas”, se defendeu.

Mas a questão é que, durante a reunião, Pessoa chegou a dizer que as boas empresas muitas vezes não querem prestar serviços aos órgãos públicos. Ouça o áudio que vazou:

Após a publicação da gravação, Severino Pessoa passou a ser acusado nas redes sociais de pressionar os terceirizados a abrir mão de direitos trabalhistas para encobrir erros na fiscalização da atual prestadora, a Tecservice.

O último dia de validade do contrato com a empresa é na segunda e, a partir da terça, assume a Única, escolhida em consulta pública para assumir em caráter provisório, até que uma nova licitação seja feita, em prazo esperado pela Fundarpe de três meses. De acordo com Pessoa, o comum entre os órgãos públicos é que os funcionários sejam dispensados pela empresa anterior e readmitidos pela sucessora.

No entanto, segundo o presidente do órgão, a Tecservice se nega a demitir os funcionários. Isso quer dizer que, na prática, é verdade que os funcionários que tiverem a intenção de continuar trabalhando na Fundarpe deverão pedir demissão, perdendo, assim, parte da indenização. Pessoa reconhece que a reunião dessa quarta-feira foi realizada para deixar claro que, quem quiser continuar, terá que ir para a Única, mas afirma que todos têm direito de continuar na Tecservice.

O presidente da Fundarpe acredita que a empresa se recusa a finalizar os contratos como estratégia de pressionar o órgão para manter a prestação de serviço, não prorrogada por problemas como reclamações de atrasos no pagamento dos salários. A empresa teria sido notificada três vezes por essas questões. “O que ela vai fazer 150 pessoas?”, questionou. “Se ela absorver e arrumar outras tarefas, isso fica resolvido.”

LICITAÇÕES – Sobre a sua afirmação de que “as empresas boas nem querem ir para o governo, dependendo do órgão”, Pessoa comentou que essa é uma frase fora de contexto, alegando que queria dizer que, muitas vezes, o critério do menor custo das licitações pode atrapalhar na escolha da melhor prestadora. “Foi isso que expliquei, mas de uma forma bem transparente”, afirmou. “O presidente da Fundarpe nunca disse que só contrata empresas ruins”, frisou.

Severino Pessoa explicou que, em 2012, quando a Tecservice foi admitida em licitação, não foram encontrados históricos de prestação de mau serviço sobre a empresa. Além disso, por não poder delimitar área geográfica, não pôde restringir a participação da paulista. Dessa forma, passou para o segundo momento, em que o critério para escolher a vencedora é o preço mais baixo. “Por isso, nem sempre se pode garantir que de uma licitação decorra a melhor empresa a ser contratada”, apontou. (Jamildo)

Fragmento Bíblico

10155993_708789782477608_8090265067550812282_n

Arquivo Fotográfico

050905 - CópiaO deputado federal Severino Cavalcanti (presidente da Câmara dos Deputados) recebendo condecoração do presidente Lula, em solenidade realizada no dia 05 de setembro de 2005, em Brasília – DF.

barra39

061006a

O prefeito de Orobó, Manoel João, e o vereador Mário Carlos – “Mala Véia”, em clima festivo na cidade de João Alfredo,no dia 06 de outubro de 2006. 

barra39

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo