Justiça dá prazo de 72 horas para governo se pronunciar sobre extinção da Decasp…

O juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, Augusto Napoleão Sampaio Angelim, deu um prazo de 72 horas para que o governo do estado se pronuncie a respeito da ação popular contra Leia mais »

Moro verá se ministros merecerão ou não demissão…

O Globo Com carta branca para combater a corrupção, o juiz federal Sergio Moro afirmou na noite deste domingo, em entrevista ao “Fantástico”, que, provavelmente, atuará como conselheiro do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para decidir Leia mais »

João Campos vai ser secretário de Paulo Câmara…

O cenário de um governo Bolsonaro (PSL) que entra em contraste com o governo socialista de Paulo Câmara (PSB) pode pesar no fato da escolha de João Campos, eleito deputado federal, permanecer Leia mais »

Novembro Azul…

Leia mais »

Vestibular FACAL 2019…

Dê um clik para ampliar esta imagem Leia mais »

Category Archives: Política

Eleição vai ao segundo turno, já admite PT…

Cenário econômico ruim e retorno dos protestos são razões levantadas por petistas para previsão
 

O cenário econômico ruim e a expectativa do retorno dos protestos populares durante a Copa do Mundo fazem com que o governo federal, o PT e partidos aliados deem como certo que a eleição presidencial deste ano só será decidida no 2.º turno.

Somam-se a esses fatores o desgaste da máquina do governo, que vai completar 12 anos sob o comando petista, além do surgimento de novas candidaturas nunca antes testadas pelo eleitor em nível federal, como as do senador Aécio Neves (PSDB-MG) e a do governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB).

“A disputa será muito difícil. Não temos expectativa de vencer no primeiro turno. Por isso, o patamar dessa campanha é vencer a eleição”, afirmou o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, em recente reunião para tratar da campanha petista.

O presidente nacional do PT, Rui Falcão, por intermédio de sua assessoria, foi na mesma linha de Gilberto Carvalho: disse que não trabalha com a possibilidade de vitória no primeiro turno. O cenário também tem sido traçado pelo ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas conversas que vem mantendo com a direção do PT e aliados.

O mesmo declarou o vice-presidente da Câmara, deputado André Vargas (PT-PR). “O PT trabalha com o 2.º turno. Mesmo quando o governo Lula deslanchou, em 2006, houve 2.º turno, o que se repetiu na eleição da presidente Dilma Rousseff. O natural é que haja 2.º turno”.

Muito diferente, portanto, do levantado pelo marqueteiro João Santana, em outubro, em entrevista à revista Época. Na ocasião, ele previu uma vitória fácil da presidente porque, segundo ele, “ocorrerá uma antropofagia de anões”. Procurado pelo Estado para falar sobre a possibilidade de vitória de Dilma no primeiro turno, por telefone e por e-mail, Santana não respondeu se suas previsões ainda se confirmavam.

É justamente esse cenário indefinido que faz com que Lula tenha orientado Dilma a, desde já, amarrar as alianças políticas, por meio da reforma ministerial e da concessão de espaço nos Estados, para que nenhum dos atuais aliados possa trocar o PT pelas candidaturas adversárias. Nos últimos dias, Rui Falcão pegou a estrada para resolver pendências em Brasília, Recife, Natal, João Pessoa e Vitória.

Os aliados também já preveem a disputa em dois turnos. “Não acredito em vitória no primeiro turno. O exemplo está aí nas três últimas eleições”, disse o líder do PMDB na Câmara, Eduardo Cunha (RJ). “Acho que vai ter 2.º turno”, declarou o presidente do PP, senador Ciro Nogueira (PI).

Oposição. Principais candidatos da oposição, Aécio e Campos fizeram pacto de não agressão como estratégia para levar a disputa ao 2.º turno. O alvo de ambos será único: Dilma. “Vamos conversar sempre. Não existe entre nós a possibilidade de uma briga. Ninguém vai ousar mais do que recomenda a disputa saudável”, disse Campos ao Estado.

Ele disse ainda ter feito acordo com a ex-ministra Marina Silva para enquadrar todas as alas da Rede, que se abriga no PSB, e que, vez por outra, ameaçam uma crise na coligação. Na quinta-feira. Marina desautorizou a ala mineira da Rede que atacou a aliança com o PSDB.

Para Aécio, o 2.º turno é certo. “Quando não há uma convicção clara a favor da manutenção do governo, a população aposta no segundo turno. É o que vai ocorrer. O índice de aprovação do atual governo e aquele que aponta os que querem mudança indicam isso”, afirmou ao Estado. (João Domingos – Estadão)

Feira Livre…

  • Foi realizada neste mês a primeira reunião do ano entre os técnicos do Ministério das Comunicações e da Anatel para discutir a revisão dos contratos de concessão e dos Planos Geral de Metas de Universalização e de Qualidade. Na mudança, deverão ser modificadas algumas das obrigações das concessionárias, principalmente as relacionadas aos telefones públicos. O presidente da Anatel, João Rezende, disse que uma das ideias é modernizar os orelhões e permitir a instalação de WiFi. Também está sendo estudada a possibilidade das ligações dos telefones públicos serem todas locais, inclusive o custo das ligações para celulares.Outra proposta em análise é a redução do número de áreas locais (onde a tarifa é mais barata), que hoje chega a 4.200.Apesar de ainda não ter nenhuma definição, a intenção é diminuir para aproximadamente 67 áreas locais, a mesma quantidade da telefonia móvel. Mas ele explicou que precisa ser feito um estudo do impacto tarifário.

  • O Ministério da Educação (MEC) divulga hoje (27) o resultado da segunda chamada do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), na página do programa. A matrícula deve ser feita entre 31 de janeiro e 4 de fevereiro. Quem perder o prazo da matrícula, perde a vaga. O local, o horário e os procedimentos para a inscrição devem ser verificados pelo estudante na escola em que foi selecionado. Nesta primeira edição de 2014, o Sisu oferece 171.401 vagas em 4.723 cursos de 115 instituições públicas de educação superior. As vagas são disputadas por 2.559.987 inscritos. O candidato que não foi selecionado para a primeira opção de curso, poderá participar da lista da espera. Entre os dias 27 de janeiro e 7 de fevereiro fica aberto o prazo para adesão à lista, também na internet. A convocação desses candidatos ocorre a partir de 11 de fevereiro.

  • Nenhum apostador acertou os números 19 – 24 – 25 – 28 – 42 – 58, do concurso N° 1.568 da Mega-Sena sorteadas na noite deste sábado (25). Mas a Quina teve 103 apostas contempladas com o valor de R$ 18.255,37, e a Quadra teve 7.192 ganhadores com o valor de R$ 373,49. O prêmio total acumulado poderá pagar na próxima quarta-feira (29), o valor de R$ 10 milhões, para o apostador que acertar os seis números do concurso 1.569. O sorteio será realizado às 20h (horário de Brasília), no Caminhão da Sorte da Caixa Econômica Federal (CEF).

  • Dilma está chegando de Davos e de Cuba com uma guerra para enfrentar: a gula do PT na reforma do Ministério. O PT acha que os aliados (PMDB, PP, PR, PSD) só servem para bater palmas e votar no Congresso a favor do governo.A maionese do poder tem que ser toda deles. E é uma hora ingrata. Dilma volta carregando nas costas o pesado saco de vãs promessas feitas em Davos e aqui encontra as devastadoras manchetes da Economia gritando nas TVs e primeiras paginas dos jornais: – “US$ 81,4 Bilhões foi o tamanho do rombo das contas externas brasileiras em 2013. O déficit passou de 2,41% do PIB em 2012 para 3,66% do PIB no ano passado. As contas externas brasileiras tiveram um rombo recorde de US$ 81,4% bilhões em 2013. De acordo com os dados do Banco Central (BC), divulgados sexta-feira, o déficit de todas as trocas de serviços e do comércio do Brasil com o resto do mundo aumentou 50% no ano passado e extrapolou a projeção do BC que era encerrar o ano com um déficit de US$ 79 bilhões. Apesar da alta de 14,6% do dólar, o comercio exterior deteriorou-se e os gastos lá fora explodiram. Para os especialistas, o resultado confirma um quadro de vulnerabilidade externa”. ( O Globo). E o PT exigindo e querendo comer a maionese inteira do Governo.

  • O setor de shoppings centers se encontra acuado, nas grandes cidades brasileiras, pelo fenômeno do “rolezinho”. A situação chegou a tal ponto, que, contrariando o direito de livre expressão, já há centros comerciais pedindo ao Facebook que retire do ar páginas que envolvam esse tipo de encontro, que convoca, pela internet, centenas de jovens a comparecer, em data e horário específicos, a endereços-alvo previamente determinados.A justiça tem concedido liminares que permitem aos shoppings barrar a entrada desses jovens e impedir que os encontros se realizem em suas dependências.Movimentos sociais de diferentes tendências, alguns mais tradicionais, e outros surgidos, como os Black Blocks, nas manifestações de junho, tacham as medidas adotadas pelos shoppings de racismo e exclusão e ameaçam convocar “rolezões sociais”, já neste fim de semana, para reagir às medidas.Em junho de 2013, estabeleceu-se, nas ruas e redes sociais improvável aliança entre “rolexzinhos”, que gravavam suas mensagens contra o governo e a Copa do Mundo usando como cenário a praça de alimentação de shoppings, e futuros “rolezinhos” da “periferia”.

 

*** “O primeiro método para estimar a inteligência de um governante é olhar para as pessoas que tem à sua volta.” (Maquiavel).

*** Pelo pensamento acima, nota-se que diversos e diversas “cabeças-de-bagre” fazem de conta que gerem suas comunidades. Um Deus nos acuda…

*** A moda está pegando na política da região: prefeitos brigam com antecessores (que os elegeram) ou com os próprios vice-prefeitos. A bola da vez é o vice-prefeito Edelsinho (PSB) que chutou o pau da barraca e mandou o prefeito Silvestre (PSDB) pra lá de Bagdá…

*** Um analista político da região foi implacável: “Estou sendo até generoso em afirmar que apenas 30% dos políticos são honestos”…

*** Agora lascou… Idosos devem provar ao INSS que estão vivos. “Sou aposentado e para provar ao INSS que ainda não bati a caçuleta, penso numa prezepada: vou num caixão de defuntos carregado por quatro compadres. O cortejo chega na frente do gerente, eu me levanto de repente e grito: — Tou vivo!!” Prosa de um conhecido aposentado.

*** O arquiteto Tony Araújo assumiu recentemente importante secretaria na administração municipal de Surubim. Ponto para o prefeito Túlio Vieira (PT).

*** Que país é este? Ou, que povo esquisito é este? Enquanto hospitais filantrópicos penam pelas manutenções, milhares de pessoas se cotizam para saldar uma multa de um presidiário chamado José Genoíno, integrante do maior escândalo da história política nacional. Enquanto hospitais são fechados, muita gente dá dinheiro para as centenas de igrejas “pegue-e-pagues”….

*** Começou cedo a movimentação política em Limoeiro. Na semana passada passaram por lá o senador Armando Monteiro Neto (PTB), candidato ao Governo do Estado, e o deputado federal Sérgio Guerra, presidente estadual do PSDB. Cada um puxando a sardinha para a sua brasa…

*** Não só em Limoeiro, mas noutras cidades, pessoas que se acham donos de 100 votos (ninguém manda no voto alheio) começam a posar de lideranças políticas e partem para “negociar a boiada” com pretensos candidatos a cargos eletivos nas próximas eleições. Nota-se claramente que o interesse da coletividade não vale nada. Um verdadeiro círculo escandaloso…

*** O Ministério da Cultura aprovou R$ 672 de isenção de impostos através da Lei Rouanet a futuros patrocinadores do filme “Cu de Boi”. Fonte: Cláudio Humberto

*** O Brasil começou a se preparar pra Copa tarde demais. Se transferir pro Japão, ainda dá tempo de construir todos os estádios para a copa, e bem baratinhos…

*** Segundo recente levantamento, o otimismo do brasileiro cai pela primeira vez desde 2009. Pelo visto, a ficha demorou a cair…

*** Pelo pantim do governador Eduardo Campos em relação ao anúncio do nome do PSB que disputará e tentará vencer o senador Armando Monteiro Neto (PTB) nas eleições ao Governo do Estado deste ano, a canoa vai tomando os mesmos rumos de Arraes (eleição de 1998) e Jarbas (eleições de 2006 e 2010). Muita farinha pra pouca carne…

*** Perguntar não ofende: quem manda na cabeça do povo brasileiro é mesmo a Rede Globo?

*** Confirmado o que todos esperavam: aquele vereador não passou no vestibular para primeira série do ensino fundamental. A propósito, foram reprovados vários edis integrantes de câmaras municipais do Estado…

*** É melhor a gente aparecer, desaparecendo, do que aparecer, desagradando a algumas pessoas. Quando a gente aparece e fala o que é certo, desagrada. Portanto, é melhor ficar desaparecido…

*** As folhas-de-pagamento de pessoal continuam sendo o calcanhar-de-Aquiles da administração pública brasileira…

*** Apesar das dificuldades financeiras constantemente lembradas, quase nenhum prefeito deixa de fazer grandes festas com caras atrações musicais. É a velha política do “pão e circo” que o povão, pelo visto, adora. Fazer o quê?

*** Frase da finada “Luiça de Zé Mixita”, conhecida quenga da extinta zona das “Sete Pragas”: “Homem é qui nem cachorro: você pode comprar e dar a melhor ração do mundo, mas o danado tá sempre fuçando o lixo e fazendo merda”.

*** É tempo das “vaquinhas”. Já fizeram um para o Genoíno e agora é a vez do Delúbio Soares. Oxalá se o Dirceu também não entre na onda. Enquanto isso, a “vaca” do Brasil já foi pro brejo há muito tempo. Pelo menos nos deixaram a “vaca atolada”, esse saboroso prato…

*** São Sebastião é considerado o santo que protege as comunidades da peste e de tudo quanto é ruim. Pena que em milhares de comunidades muita gente use a festa dedicada ao citado santo para engordar seus patrimônios. Falou em festa, o interesse financeiro passa à frente. Até os religiosos ficam mais animados quando as festas dão grandes lucros. A fé fica sempre em segundo plano. São Sebastião livra-nos desta peste…

*** Hoje, 27 de janeiro, é Dia do Orador. Em João Alfredo, o maior orador de comício foi Aluísio Adrião, que encantava a todos com longos e interessantes discursos. Apesar de tudo, perdeu quatro eleições para prefeito. No entanto, o mais divertido orador de todos os tempos foi Paulo de Janoca, que em cada comício deixava uma lorota…

*** É pra levar chute na bunda mesmo. O cara levar pra namorada um boquê de flores com a frase “saudades eternas”. Vocês não acham que é muito romantismo? Ou saudosismo fúnebre? Vai ser burro assim na baixa da égua…

*** Perguntar não ofende: por quanto o seu voto será negociado pelas “lideranças” de sua cidade nas próximas eleições?

 Dimas Santos

 

Armando Monteiro promove palestra em Limoeiro…

O senador Armando Monteiro Neto (PTB – PE) comanda nesta tarde uma palestra para a imprensa e lideranças políticas da região, na sede da Associação Comercial de Limoeiro. Na oportunidade, o pré-candidato ao governo do Estado pelo PTB também abrirá espaço para perguntas pelos pressentes, acerca da conjuntura política atual nos âmbitos nacional e estadual.

O evento conta, dentre as presenças, do prefeito Ricardo Teobaldo (PTB) de Limoeiro, que em abril estará passando o comando do município ao vice-prefeito Thiago Cavalcanti, em virtude de sua candidatura a deputado federal nas eleições vindouras.

Na manhã desta sexta-feira (24) quem também esteve em Limoeiro foi o deputado federal e presidente estadual do PSDB Sérgio Guerra, que concedeu entrevista exclusiva à Rádio Jornal, durante o Programa Revista da Manhã, sob a batuta do radialista Carlos Alfeu. (Foto Edvaldo Carvalho)

Vereadores suspeitos retomarão mandatos em Caruaru…

Câmara aprovou novamente projeto que serviu de pivô para as prisões em Caruaru foto: Renand Zovka/PMC

Câmara aprovou novamente projeto que serviu de pivô para as prisões em Caruaru foto: Renand Zovka/PMC

Os dez vereadores de Caruaru afastados do cargo sob acusação de cobrança de propina para votar projetos do Executivo deverão retornar aos cargos. A decisão foi tomada pelo desembargador Itamar Pereira da Silva Júnior, da 4ª Câmara de Direito Público, após analisar agravo de instrumento impetrado pela defesa. Ele negou o seguimento do novo recurso por entender que decisão monocrática do desembargador Fausto Campos, no último dia 17, determinando liminarmente o retorno imediato dos réus, tornava desnecessário o novo recurso. A decisão foi tornada pública um dia depois de a Casa abrir processo de cassação contra os suspeitos.

Os vereadores beneficiados pela decisão foram Val (DEM), Val das Rendeiras (Pros), Jadiel Nascimento (Pros), Louro do Juá (SDD), Eduardo Cantarelli (SDD), Jajá (PPS), Sivaldo Oliveira (PP), Cecílio Pedro (PTB), Neto (PMN) e Evandro Silva (PMDB). Eles foram presos no dia 18 de dezembro durante a operação Ponto Final, desencadeado pela Polícia Civil. De acordo com a polícia, eles chegaram a cobrar R$ 2 milhões para aprovar o empréstimo de R$ 250 milhões junto ao BNDES para a instalação do BRT (Bus Rapid Transport) em Caruaru, um projeto do PAC Mobilidade.

Além da prisão, os vereadores foram afastados dos cargos através de duas decisões proferidas na primeira instância. Uma do juiz Francisco de Assis Moraes Júnior, da 4ª Vara Criminal de Caruaru, e a outra do juiz José Fernando Santos de Souza, da Vara da Fazenda Pública, que determinou o afastamento deles por 90 dias. Para reverter o processo, a defesa entrou com medida cautelar no Tribunal de Justiça de Pernambuco, que concedeu liminar determinando que os vereadores voltassem ao trabalho. A Procuradoria Geral da Câmara, no entanto, entendeu que a decisão do desembargador Fausto Campos se referia a apenas uma das condenações.

O advogado Saulo Amazonas, que atua na defesa dos réus, disse ontem que o entendimento de Itamar Pereira apenas confirma a decisão anterior e terá que ser cumprida. “Se o presidente da Câmara (Leonardo Chaves, do PSD) não cumprir a decisão, ele será responsabilizado”, disse. Os legisladores foram flagrados em gravações e intercepções telefônicas feitas com autorização da Justiça.

Ao todo, 10 dos 26 vereadores da Casa foram afastados por decisão da Justiça. No lugar deles assumiram Jaécio Tenório (PRB), Pastor Carlos (PRB), Rodrigues da Ceaca (PPS), Joel da Gráfica (DEM), Duda do Vassoural (DEM), Rosemary da Apodec (DEM), Nino do Rap (DEM), Carlinhos da Ceaca (PPS) e Tenente Tiburcio (PMN). Procurado pela reportagem, o presidente da Câmara não retornou as ligações. (Diário de Pernambuco)

Justiça mantém afastamento de 10 vereadores em Caruaru…

Os dez vereadores envolvidos no chamado mensalão de Caruaru seguirão afastados de cargos. A decisão foi tomada pelo  juiz da Vara da Fazenda Pública do município agrestino, José Fernando Santos Souza. Esses parlamentares são acusados de cobrar propina para votar com o governo municipal na Câmara, incluindo a aprovação de uma matéria que possibilitaria a implementa de um BRT na Capital do Agreste.

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) havia determinado o retorno dos parlamentares à atividade no Parlamento caruaruense, com a anulação de uma medida cautelar 4ª Vara Criminal de Caruaru que indicava temporariamente o afastamento dos vereadores de suas funções.

Entretanto, a decisão não tem efeito sobre outra anterior expedida  pela Vara da Fazenda.

Os vereadores acusados de cobrança de propina ingressam com pedido de agravo de instrumento para reverter também essa decisão. O mérito ainda será avaliado pelo  desembargador da 4ª Câmara de Direito Público, Itamar Pereira da Silva Junior.

A previsão é de que a análise desse agravo de instrumento deverá ser realizada até o fim dessa semana. (Blog da Folha de Pernambuco)

 

Tá tudo liberado no PP…

Se não ocupar espaço em alguma chapa majoritária, o deputado federal Eduardo da Fonte, que preside o PP no Estado, não fará composição em chapão.

Já está debruçado sobre a formação de uma chapinha com o PROS, cujo presidente nacional, Eurípedes Júnior, já lhe deu anuência.“Nos estados, os diretórios do PP estão liberados para tomar posição que bem entenderem para que a gente consiga cumprir meta de eleger 50 deputados federais e cinco senadores”. A ideia é ter entre 8 e 10 integrantes na Casa Alta a partir de 2015.

Petebistas apostam que o PP deve fechar a candidatura de Armando Monteiro Neto, mas o diálogo entre Eduardo da Fonte e o senador é escasso. A última vez que se encontraram foi em outubro, no restaurante Piantella, em Brasília, numa mesa cheia, onde estava, inclusive, Aécio Neves. (Blog da Folha de Pernambuco)

“Eu não tenho pretensão nenhuma de ser vice”, disse Raul Henry…

As especulações em torno do seu nome para compor uma possível chapa majoritária com o PSB na condição de vice foi descartada ontem pelo deputado federal e secretário geral do PMDB, Raul Henry. Visto como a melhor opção nas hostes socialistas para o posto, por se tratar de um político jovem, e alguns já dando como certo a casadinha PSB e PMDB na sucessão estadual, Henry afirmou que o seu projeto pessoal e político é disputar a reeleição na Câmara Federal.

Já a prioridade da legenda em Pernambuco com a política de aliança para sucessão estadual, segundo ele, é reconduzir o senador Jarbas Vasconcelos (PMDB) ao Congresso Nacional. “Eu não tenho pretensão nenhuma de ser vice. A prioridade de nosso partido é participar da majoritária com o senador Jarbas e ter uma chapa estadual e uma federal. A minha pretensão é me reeleger como deputado federal e estou trabalhando para isso”, afirmou, ao ser questionado se via com simpatia o arranjo político que lhe renderia a vaga de vice-governador.

O peemedebista, contudo, voltou a defender o alinhamento entre as legendas no cenário estadual. O assunto, inclusive, deverá ser abordado durante o encontro dos membros da executiva estadual na próxima quinta-feira. Na ocasião, Raul Henry informou que será avaliado o atual cenário político. O parlamentar disse também que serão discutidas questões relacionadas às demandas dos diretórios municipais e a linha e os critérios dos programas de televisão do partido no primeiro semestre. Jarbas não participará da reunião.   (Anderson Bandeira/ Folha de Pernambuco)

Caruaru – Onildo Almeida diz que a culpa do escândalo dos vereadores é dos partidos políticos…

“Quando um partido busca componentes para formar seus quadros não há nenhuma investigação. Eles não procuram o passado de cada um. Os partidos simplesmente admitem e elegem. Acho que esse mal deve ser cortado pela raiz”, protestou.

Há um mês os moradores desta cidade do Agreste pernambucano acordaram perplexos com a prisão de dez dos seus 23 vereadores. A Operação Ponto Final, desencadeada na madrugada do dia 18 de dezembro, pela Polícia Civil de Pernambuco, trouxe à tona, de acordo com a investigação, um esquema de cobrança de propina cuja história mais lembra o enredo de um filme policial.

Considerada a mais importante cidade do interior pernambucano, a Capital do Forró virou destaque negativo no noticiário nacional. O assunto ainda é debatido nas ruas e nos meios de comunicação e tem sido tema para professores e religiosos.

Professor de História do campus da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) em Caruaru, José Urbano é um dos que têm falado sobre o tema em sala de aula. Para ele, num primeiro momento as pessoas se sentiram frustradas, mas cientes de que é possível tirar muitas lições do fato.

“Uma delas é que há uma mudança positiva, com políticos sendo presos. Outro vínculo que fazemos em sala de aula é com as manifestações de rua que aconteceram no País no ano passado”, destacou o professor da UFPE.
José Urbano também enfatiza para os alunos o papel da imprensa neste tipo de caso, que ele considera fundamental para a divulgação e elucidação dos crimes.

Já o padre Bianchi Xavier usa os fatos que estão acontecendo com os vereadores de Caruaru para alertar os fieis sobre como as pessoas não devem deixar se levar pela ganância e pelo poder. “Abordei o assunto em um programa de rádio e lamentei. Infelizmente, o povo se sentiu traído. Também foi uma surpresa para mim, pois conheço muitos deles”, afirmou o pároco.

Na opinião do cantor, compositor e presidente da Academia Caruaruense de Cultura, Ciências e Letras, Onildo Almeida, autor da música Feira de Caruaru, os principais responsáveis por esse tipo de comportamento são os partidos políticos. “Quando um partido busca componentes para formar seus quadros não há nenhuma investigação. Eles não procuram o passado de cada um. Os partidos simplesmente admitem e elegem. Acho que esse mal deve ser cortado pela raiz”, protestou.

Para o vice-prefeito de Caruaru, Jorge Gomes (PSB), o que está acontecendo na Câmara de Vereadores é lamentável. “Caruaru está sendo vista de forma negativa, espero que a justiça seja feita”, resumiu o socialista.

Presidente da Câmara de Vereadores entre 2010 e 2012, o ex-vereador Lícius Cavalvanti (PCdoB) acha que o Executivo municipal também é responsável pelo que está acontecendo no Legislativo do município.

“A cidade tem oligarquias, o coronelismo, que não aceitaram o movimento de independência da Câmara. Quebramos a subordinação e eles lutaram para que eu não fosse reeleito. Traçaram caminhos errados e deu nisso que está aí”, disse.

Na opinião do presidente do Sindicato dos Empregados no Comércio de Caruaru, Milton Manoel, esses fatos vão marcar a história da cidade por vários anos. Segundo ele, o caso não é simples e deve ser mais bem investigado, pois outros crimes também podem ter acontecido. “Nós, por exemplo, denunciamos a votação do projeto da licitação dos transportes públicos. Para evitar essas coisas, é preciso que o cidadão comum comece a acompanhar a Câmara mais de perto”, colocou. (Pedro Romero/NE10)

Taquaritinga do Norte : Vice-prefeito declara apoio a Armando Monteiro…

Batata, Tallys Maia, Ivanildo "Lero" e Elisberto

Batata, Tallys Maia, Ivanildo “Lero” e Elisberto

O vice prefeito de Taquaritinga, Ivanildo Mestre (Lero), apresentou ontem(16) o senador Armando Monteiro como seu pré-candidato a governador. Com esta iniciativa, Lero vai de encontro ao prefeito Evilásio Araújo, que apoiará o candidato do governador Eduardo Campos.

Com ele, Lero leva mais quatro vereadores, saindo fortalecido para sua candidatura à prefeitura em 2016. O deputado federal José Augusto Maia (PROS) também está com o vice-prefeito, o que gera uma tensão ainda maior com Evilásio Araújo. (Jairo Gomes)

O tititi da sucessão só faz esquentar em Pernambuco…

As tentativas do governador Eduardo Campos (PSB) de segurar o ímpeto dos seus correligionários no quesito “sucessão estadual” não têm sido bem sucedidas. As movimentações continuam intensas nos bastidores, com conversas diárias e um ambiente interno de muita disputa no PSB.

Grupos estão se formando na tentativa de alavancar ou derrubar nomes, uma prática que se caracterizou como uma agenda negativa do Partido dos Trabalhadores.

Comenta-se nos bastidores governistas que essa também seria uma maneira de o governador testar alguns de seus auxiliares, por isso, a ideia de deixar a situação correr.

Nessa quinta-feira, com Eduardo Campos nos Estados Unidos, onde recebeu na quarta (15) prêmios da Organização das Nações Unidas (ONU) na área de Segurança Pública e da Junta Comercial, os integrantes do PSB cotados para sucedê-lo se dedicaram às articulações políticas.
 
Ainda que especulações apontem para um quadro de dúvida entre os secretários da Casa Civil, Tadeu Alencar, e de Fazenda, Paulo Câmara, os demais interessados continuam se movimentando, sob o argumento de que o rumo da candidatura não  foi conversado oficialmente.
 
O vice-governador, João Lyra Neto, continua se encontrando com lideranças partidárias em busca de apoio para sua postulação. Seu principal argumento é que terá a máquina em suas mãos a partir de abril.
 
O ex-ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, segue o ritual de receber títulos de cidadão nas cidades pernambucanas. Nessa sexta-feira, a Câmara Municipal de Ipojuca interrompeu o recesso parlamentar para lhe promover a cidadão ipojucano.
 
Nessas ocasiões ele presta contas – usando um jornal pago pelo PSB – das ações desenvolvidas à frente da pasta, com números que apontam os investimentos que trouxe para Pernambuco no período. Bezerra Coelho foi o primeiro a iniciar sua movimentação, no segundo semestre do ano passado quando o PSB deixou a base de apoio da presidente Dilma Rousseff (PT).
 
Mas o burburinho ficou mesmo por conta do secretário Tadeu Alencar. Ele foi alvo de uma nota do colunista Ilimar Franco, do jornal O Globo, garantindo que a decisão está tomada a seu favor. Durante toda a tarde o secretário foi procurado pelo JC para comentar o assunto, mas não retornou as ligações.
 
Candidato a deputado estadual pela Paraíba, o secretário de Imprensa de Pernambuco, Evaldo Costa, soltou nota à imprensa rebatendo as especulações de que a sucessão estadual fugiu ao controle do governador.
 
“Com relação a notas publicadas recentemente por diversos veículos de imprensa, informo que não há qualquer definição quanto à candidatura do PSB à sucessão do governador Eduardo Campos”, ressaltou. ( JC ONLINE)

 

Zé Diceu poderá deixar a prisão neste ano…

Untitled-3(1)

Condenado a 7 anos e 11 meses de prisão no processo do mensalão, o ex-ministro José Dirceu pode deixar o complexo da Papuda e migrar para o regime aberto após cumprir dez meses da pena, ou seja, ainda neste ano.

A hipótese dependerá da autorização judicial para trabalhar, já solicitada, e da capacidade de Dirceu de gerenciar seu tempo entre o eventual trabalho durante o dia, estudos e leitura de livros -aproveitando assim todos os benefícios disponíveis para detentos do regime semiaberto para a redução de pena.

De acordo com a lei, o preso pode pedir a chamada progressão de regime após cumprir um sexto de sua pena.

No caso de Dirceu, em um ano e quatro meses ele já estará apto a deixar o presídio e seguir para o regime aberto, quando só é preciso dormir numa Casa do Albergado. Há grandes chances também de ele passar a cumprir pena em casa, como acontece na maioria dos casos, por falta de albergues.

Se trabalhar, Dirceu descontará um dia de pena para cada três de atividade; se estudar, abaterá, também a cada três dias, mais um de sua pena. Por fim, outros quatro dias podem ser descontados por mês se o preso ler um livro e escrever uma resenha sobre ele para provar a leitura e interpretação próprias.

Leituras

Como a Justiça ainda não definiu se ele poderá trabalhar na biblioteca de um escritório de advocacia, como pediu, os dez meses deverão ter o acréscimo do tempo entre sua prisão em novembro e a eventual concessão do benefício. Dirceu já está lendo livros e fazendo um curso de direito constitucional por correspondência.

Outros condenados do mensalão também poderão usufruir de benefícios, como por exemplo o operador do esquema, o empresário Marcos Valério Fernandes de Souza.

Sentenciado a 37 anos e 5 meses em regime fechado, ele poderá migrar para o semiaberto após cumprir um sexto de sua pena -aproximadamente 6 anos e 4 meses.

Como está no regime fechado, para obter o benefício do trabalho, terá que encontrar alguma atividade interna. Só podem trabalhar fora da cadeia de dia detentos do semiaberto. Se conseguir trabalhar, estudar e ler, ele poderá migrar para o semiaberto após 3 anos e 11 meses.

Até agora, pelo menos sete dos condenados em regime semiaberto pediram autorização da Justiça para trabalhar, entre eles Dirceu. Três já obtiveram o benefício.

Dificuldades

A teoria da progressão de regime e a prática da redução de pena não acontece de forma tão simples, de acordo com advogados.

Felipe Almeida, especialista em direito penal do escritório Siqueira Castro, afirma que são raros os casos de detentos que conseguem desempenhar as três atividades.

“A dinâmica de cada presídio conta muito. Há casos em que, quando o preso acaba o trabalho, a biblioteca está fechada. Se for estudar na cela, tem o horário de apagar as luzes. São muitos os obstáculos”, disse.

Para o presidente da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), Marcus Vinícius Furtado Coêlho, a concessão de benefícios é positiva na reeducação dos presos, mas é preciso que o sistema prisional amplie o leque de atividades para atender um número maior de detentos.

Visão semelhante é compartilhada pelo presidente da Ajufe (Associação dos Juízes Federais), Nino Toldo. Para ele, “quanto maior o tempo que uma pessoa passa no cárcere, mais ela se brutaliza”. (Severino Motta)

 

Atenção eleitor: tirar o título e pedir transferência de domicílio só até 7 de maio…

titulo-eleitor

O eleitor deve ficar atento às datas importantes que antecedem as eleições de 2014. No dia 7 de maio, 151 dias antes das eleições, termina o prazo para requerer a inscrição ou pedir a transferência de domicílio.

O cidadão encontra esses serviços no cartório eleitoral mais próximo de sua residência. Para os dois casos, a Justiça Eleitoral disponibiliza na internet o pré-atendimento eleitoral, serviço também conhecido como Título Net.

Título eleitoral

Ao acessar a página do Título Net, o cidadão entra no ambiente virtual da Justiça Eleitoral, no qual inicia a solicitação do documento. Os campos de identificação devem ser preenchidos até o final. Finalizado o processo na internet, o solicitante deve obrigatoriamente comparecer a uma unidade de atendimento da Justiça Eleitoral, munido da documentação exigida, incluindo o protocolo gerado on-line, a fim de concluir o serviço e receber o título. Em caso de não comparecimento, o requerimento iniciado na internet será invalidado.

O eleitor que utiliza o serviço Título Net deve ter a atenção redobrada, pois as solicitações via internet deverão ser feitas impreterivelmente até o dia 2 de maio, cinco dias antes do prazo final estipulado pelo Calendário Eleitoral. Após essa data, o pré-atendimento não estará mais disponível e as solicitações deverão ser feitas apenas presencialmente nos cartórios eleitorais, até o dia 7 de maio.

Para requerer o título de eleitor, é necessária a apresentação de documento oficial de identificação com foto e comprovante de residência. Pessoas do sexo masculino, maiores de 18 anos, deverão apresentar o certificado de quitação do serviço militar obrigatório. Os que completaram 18 anos e que ainda dispõem do prazo para realizar o alistamento militar não precisam apresentar o certificado.

O título eleitoral é o documento que comprova o alistamento eleitoral e informa o número de inscrição, zona e seção eleitoral onde deve ser exercido o voto.

Transferência

No dia 7 de maio, também termina o prazo para solicitação de transferência do título eleitoral, nos casos em que o eleitor alterar seu endereço para outro município, Estado ou país. O pedido de transferência deverá ser encaminhado acompanhado de documento de identificação com foto, título de eleitor e comprovante de residência. Os interessados podem dar início ao processo de transferência através do Título Net (até o dia 2 de maio) e devem comparecer ao cartório eleitoral próximo de sua residência para concluir o processo. No caso de mudança para outro país, o eleitor deve procurar a representação diplomática brasileira.

Para efeito de transferência, o eleitor também deverá estar quite com a Justiça Eleitoral, ou seja, ter cumprido obrigações legais, ter obtido o primeiro título ou feito a última transferência há pelo menos um ano e residir no novo domicílio há, no mínimo, três meses.

Acesse aqui o Calendário das Eleições 2014.

HM/DB

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo