Justiça dá prazo de 72 horas para governo se pronunciar sobre extinção da Decasp…

O juiz da 5ª Vara da Fazenda Pública, Augusto Napoleão Sampaio Angelim, deu um prazo de 72 horas para que o governo do estado se pronuncie a respeito da ação popular contra Leia mais »

Moro verá se ministros merecerão ou não demissão…

O Globo Com carta branca para combater a corrupção, o juiz federal Sergio Moro afirmou na noite deste domingo, em entrevista ao “Fantástico”, que, provavelmente, atuará como conselheiro do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) para decidir Leia mais »

João Campos vai ser secretário de Paulo Câmara…

O cenário de um governo Bolsonaro (PSL) que entra em contraste com o governo socialista de Paulo Câmara (PSB) pode pesar no fato da escolha de João Campos, eleito deputado federal, permanecer Leia mais »

Novembro Azul…

Leia mais »

Vestibular FACAL 2019…

Dê um clik para ampliar esta imagem Leia mais »

Category Archives: Política

Futuro do país passa pela cadeia e hospital…

Josias de Souza

Mais do que em qualquer outra eleição, a campanha de 2018 colocou o Brasil numa encruzilhada. Um pedaço do eleitorado trafega pelo caminho que leva à cadeia. Outro naco de eleitores prefere a trilha que conduz ao hospital. Ao fundo, ouve-se o barulho provocado por meia dúzia de candidatos que se oferecem como alternativas ao poste fabricado atrás das grades e à vítima da facada, recolhida à UTI.

Consolidou-se um deslocamento geográfico da campanha presidencial. Preso, o ficha-suja inelegível transformou sua cela especial num comitê eleitoral de onde articula sua substituição na cabeça da chapa. Esfaqueado, o rival do polo oposto transforma seu drama clínico num grande ato de campanha, postando desde a UTI vídeos, fotos e mensagens nas redes sociais.

A um mês do dia da eleição, os dois protagonistas da disputa, Lula e Bolsonaro, guerreiam em trincheiras extremas: uma cela e uma UTI. As principais armas do combate são o veneno ideológico e a mistificação emocional. Num cenário assim, marcado por posições extremas, o extremismo que mais preocupa é o da agenda extremamente vazia. O maior perigo para o eleitor não é o risco da falta de sabedoria na escolha. O risco mais latente é o da falta de opção.

Em Aliança, Paulo recebe apoio dos três principais grupos políticos da cidade…

Na noite desta quinta-feira (06), os três principais grupos políticos de Aliança, na Zona da Mata Norte, declararam apoio ao socialista. O prefeito da cidade, Xisto Freitas (PSD), o ex-candidato a prefeito Hilton Lira (PDT) e o ex-prefeito Azoka Gouveia (MDB) receberam Paulo Câmara para firmar o compromisso de apoiar a reeleição do socialista.

Ao visitar a cidade, o governador destacou que vai continuar trabalhando para garantir a melhoria de vida do povo pernambucano com investimentos em áreas importantes como educação, saúde, segurança e assistência social. Nos três encontros, o gestor falou sobre o que foi possível fazer nos últimos três anos e nove meses e o que poderá fazer a partir de 2019. “O gesto que recebemos de Aliança aumenta nossa responsabilidade. Essa unidade que a gente fez aqui neste município é muito importante para o futuro de Pernambuco, porque a gente ainda tem muita coisa para fazer por nosso Estado. Temos hoje uma educação de referência no Brasil, trabalhamos muito para ter água nas cidades, trabalhamos na saúde, para diminuir a violência e isso sem ajuda do Governo Federal.  A gente vem aqui para agradecer essa confiança e dizer que vocês podem ter certeza que a gente vai estar junto nos próximos quatro anos para melhorar a vida do povo daqui”, pontuou o líder socialista.

O primeiro ato foi realizado pelo prefeito Xisto Freitas em praça pública no Centro de Aliança. Na presença dos candidatos ao Senado da Frente Popular, Jarbas Vasconcelos (MDB) e Humberto Costa (PT), o prefeito ressaltou que Paulo Câmara deixou as contas estaduais equilibradas e pôde realizar inúmeras ações em seu governo. O desempenho da educação de Pernambuco e o compromisso com o funcionalismo público também foram pontos destacados pelo pessedista. “Aliança está com Paulo Câmara. A eleição é para governador de Pernambuco e o palanque é de Paulo Câmara. A política agora é do 40. Vamos eleger o 40”, frisou Xisto Freitas. Também participaram do ato o deputado federal André de Paula (PSD) e a candidata a deputada estadual Ana Flávia (PSB).

encontro com o ex-candidato a prefeito Hilton Lira. Na presença do seu grupo político, o pedetista destacou que Paulo Câmara foi o governador responsável pelo maior investimento em segurança pública em Pernambuco e que é o mais preparado para o futuro. “Estamos agora num momento difícil onde a gente tem duas propostas para Pernambuco e nós queremos continuar ao lado do povo e de um governador sério. Todo mundo vê que Paulo consegue manter Pernambuco longe da crise. Sou testemunha do investimento feito na segurança, com maior contratação de pessoal. Nós não podemos deixar a turma de Temer se apropriar do nosso Estado”, destacou.

A passagem por Aliança se encerrou em um encontro na residência do ex-prefeito Azoka Gouveia, que também fez questão de falar da importância da reeleição de Paulo Câmara. “Você tem feito uma administração de pulso e responsabilidade, apesar de toda crise que o Brasil está passando. Você tem sido atencioso conosco. É importante nesse momento pensar no estado de Pernambuco, que precisa se manter firme e forte. Conte conosco! Vamos trabalhar independente de política local. Vamos trabalhar para lhe reeleger”, cravou o ex-prefeito. (Blog Elielson)

FOTOS: Hélia Scheppa/PSB

Desafio de Lula é acender o “poste” Fernando Haddad…

Até a última sexta-feira, dia 31, a estratégia de Lula para se manter na mídia deu resultado. Não houve um só dia, da data de sua prisão, em 10 de abril, até hoje, em que ele não tenha aparecido nas páginas dos jornais e nos noticiários das rádios e das TVs com um “fato novo”. Ele esticou a corda até o limite do possível, mandando o PT dizer ao Brasil que seria candidato a presidente da República, quando até os carcereiros de Curitiba sabiam que o TSE iria indeferir o pedido de registro de sua candidatura com base na Lei da Ficha Limpa. Agora, definitivamente fora do páreo, o desafio do líder petista é transferir os votos que teria para o “poste” Fernando Haddad. Em passado recente, ele colocou luz em dois “postes” petistas – Dilma Rousseff em 2010, eleita presidente da República e reeleita em 2014, e o próprio Haddad em 2012, eleito prefeito de São Paulo, embora não reeleito em 2016. O país está a 1 mês da data das eleições e nesses 30 dias o ex-presidente vai tentar transferir pelo menos metade dos seus votos (39% no último Datafolha do mês de agosto) para o ex-prefeito de São Paulo, que ainda é desconhecido por mais de 40% dos eleitores. Caso consiga reacender esse “poste”, Haddad disputaria o segundo turno com Jair Bolsonaro, que está se aproximando perigosamente da Presidência da República menos por suas qualidades (que são poucas) e mais pelos defeitos dos seus adversários (que são muitos). (Inaldo Sampaio)

Bolsonaro é transferido de Juiz de Fora para hospital em São Paulo…

O candidato a presidente da República Jair Bolsonaro (PSL) teve transferência liberada para o Hospital Israelita Albert Einstein, em São Paulo, na manhã desta sexta-feira.

Em recuperação após ter sido esfaqueado nessa quinta-feira, ele deixou a Santa Casa de Juiz de Fora, na Zona da Mata, por volta das 8h20 em uma ambulância rumo ao Aeroporto Francisco Álvares de Assis, conhecido como Areoporto da Serrinha.

O hangar reservado para Bolsonaro decolou por volta das 9h. Instantes depois, um outro avião com familiares do presidenciável deixou o aeroporto. 

O quadro de saúde de Bolsonaro, que passou por cirurgia nessa quinta, é considerado estável. 

A liberação da transferência de hospital se deu após uma segunda avaliação da junta médica.

“Está melhor, está mais corado. O estado de saúde dele é estável. Está evoluindo muito bem. Os médicos, inclusive, fizeram vários elogios. Está tudo indo muito bem. A gente agradece a todo mundo que tem orado e rezado ou, de alguma maneira, mandado a sua energia positiva para cá. Tem surtido efeito”, disse o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho de Jair.

Inicialmente, os planos eram levar Bolsonaro ao Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista. Depois, a família resolveu prosseguir o tratamento no Albert Einstein.

Atualização

Por volta das 10h40, o presidenciável chegou ao Hospital Albert Einstein, em São Paulo. Bolsonaro será submetido a uma série de exames que devem durar cerca de 3 horas, segundo a assessoria do hospital. Só depois da avaliação médica, é que será definida a equipe que vai ficar responsável pelos cuidados com o presidenciável. Ainda segundo o novo boletim médico, o estado de saúde do candidato é grave, mas estável.  O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, disse que três pessoas estão sendo investigadas por suposta participação no atentado. (Estado de Minas)

Luciano Bivar: “Somos o País do alisar a cabeça do cara”…

Presidente de honra e fundador do PSL, Luciano Bivar encontrava-se em agenda no Sertão do Araripe, ontem, quando deu-se o incidente com o presidenciável do seu partido Jair Bolsonaro, esfaqueado durante agenda de campanha em Juiz de Fora (MG). O candidato do PSL teria compromisso em Pernambuco na próxima terça-feira. “A cirurgia que ele sofreu é coisa delicada e exige, pelo menos, uma semana de repouso. O evento estava marcado para a terça-feira. Agora, cessa”, informa Bivar. Evita fazer avaliação política ou opinar se a situação terá peso de influenciar no processo eleitoral. Mas faz um contraponto do ocorrido com o discurso empregado por Bolsonaro. Bivar analisa: “O País não pode estar dividido entre brancos e pretos, ricos e pobres, indígenas e civilizados. É aquilo que Bolsonaro fala: tem que acabar com essas coisas. Não precisa ter viés ideológico para administrar o País. Não falta doido por aí”. E sublinha: “Isso não foi engendrado por partido político”. O ataque a Bolsonaro atinge a democracia no Brasil às vésperas de a população ir às urnas. O fato pode vir a representar um chamado à tolerância num País onde a radicalização anda ganhando eco. Entre as defesas que faz em seus discursos, na corrida presidencial, Bolsonaro defende o direito da população se armar. “A arma, mais que a defesa da vida é a garantia da nossa liberdade”, pregara em um evento em Curitiba. Bivar observa que isso é “justamente o oposto” de incentivar o acirramento de ânimos. “Se o cara sabe que ele comentendo um crime desse vai ser punido, não cometeria. Somos o País do alisa a cabeça do cara. Um cara desse tem que pegar 20 anos sem direito a sair”, diz. E cita Rudolf Von Ihering ao afirmar: “a norma jurídica sem coação é fogo que não queima, tocha que não ilumina”. Bivar é incisivo: “Nosso País precisa ter normas efetivamente punitivas. Basta de alisar cabeças de criminosos”. Luciano Bivar cogita embarcar para visitar o presidenciável e aguarda informações para definir como procederá. (Inaldo Sampaio)

Passira recebe campanha de Paulo Câmara e da Frente Popular de Pernambuco…

Localizada no Agreste Setentrional, a cidade de Passira abraçou, na noite desta quinta-feira (06), a campanha da Frente Popular de Pernambuco. Uma onda vestida de amarelo foi às ruas receber o governador Paulo Câmara (PSB) e confirmar o voto no  40 no próximo dia 07 de outubro. Acompanhado do candidato ao Senado, Humberto Costa (PT), do deputado federal Eduardo da Fonte (PP), e do postulante Henrique Queiroz Filho (PR), além da prefeita Rênya Karla (PSD), o socialista caminhou pelas principais ruas da cidade e sentiu, mais uma vez, a boa receptividade da população.

A caminhada teve início em frente ao Ginásio Municipal Governador Eduardo Campos e se encerrou com um grande ato no Centro da cidade. No local, Paulo recebeu o agradecimento da prefeita Renya Karla, que frisou as parcerias feitas em prol da população. Além de citar obras que foram realizadas com recursos do FEM, a gestora municipal destacou que as pessoas voltaram a ter acesso à água na gestão de Paulo. “No seu governo, as torneiras voltaram a funcionar. Queríamos agradecer também pela PE-95. A gente passava mais de uma hora de Passira a Limoeiro e hoje está um tapete. O povo de Passira vai retribuir isso nas urnas no dia 7 de outubro. Ainda tem outros recursos para fazer a reforma do mercado público e do açougue, que foi você quem autorizou”, citou a prefeita.

Paulo agradeceu o reconhecimento da população de Passira e reafirmou seu compromisso com o desenvolvimento de Pernambuco. O gestor frisou que, com os investimentos em infraestrutura hídrica feitos na sua gestão, que totalizam mais de R$ 1 bilhão, o Estado está preparado para novos períodos de estiagem. “Se a seca chegar novamente, não vamos ter os problemas de abastecimento que já tivemos. Mesmo com tantas dificuldades, fizemos importantes obras em Pernambuco”, comentou o socialista, assegurando que a partir de 2019 novos avanços serão garantidos para a população pernambucana, a exemplo do 13º salário para beneficiários do programa Bolsa Família.

Presente no ato, o senador Humberto Costa destacou que, com a parceria entre Paulo e Lula e Fernando Haddad, o estado crescerá ainda mais. “Se Paulo fez tanto em um período de crise, imaginem o que ele pode fazer daqui para frente com o estado de pé”, pontuou.

Quem fez questão de ir à caminhada ver Paulo Câmara de perto foi a aposentada Margarida Franco, de 66 anos. “Eu voto em Paulo e voto em Lula porque gosto deles. Fizeram muito por quem precisa. Votei uma vez e vou votar de novo em Paulo”, disse, minutos antes do ato.

Além da prefeita de Passira, o ato ainda contou com a participação dos prefeitos de Salgadinho, Zé de Veva; de Riacho das Almas, Mário Mota; e de Cumaru, Mariana Medeiros, além da candidata a deputada estadual Maria Oliveira (PSB). (Edmar Lyra)

Pesquisa Datafolha em Pernambuco: Paulo Câmara, 34%; Armando Monteiro, 25%…

G1-PE

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (6) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o governo de Pernambuco (veja vídeo acima):

  • Paulo Câmara (PSB): 34%
  • Armando Monteiro (PTB): 25%
  • Julio Lossio (Rede): 2%
  • Maurício Rands (PROS): 2%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 1%
  • Simone Fontana (PSTU): 1%
  • Dani Portela (PSOL): 1%
  • Branco/nulo: 26%
  • Não sabe: 6%

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal “Folha de S.Paulo”.

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 1.229 eleitores de 50 municípios do Estado de Pernambuco, com 16 anos ou mais
  • Quando a pesquisa foi feita: 4, 5 e 6 de setembro
  • Registro no TSE: PE 00338/2018
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro

Espontânea

Na modalidade espontânea da pesquisa Datafolha (em que o pesquisador somente pergunta ao eleitor em quem ele pretende votar, sem apresentar a relação de candidatos), o resultado foi o seguinte:

  • Paulo Câmara (PSB): 16%
  • Armando Monteiro (PTB): 9%
  • Outros: 8%
  • Branco/nulo/nenhum: 19%
  • Não sabe: 46%

Rejeição

A Datafolha também mediu a taxa de rejeição (o eleitor deve dizer em qual dos candidatos não votaria de jeito nenhum). Nesse item, os entrevistados puderam escolher mais de um nome. Veja os índices:

  • Paulo Câmara (PSB): 32%
  • Dani Portela (PSOL): 25%
  • Simone Fontana (PSTU): 25%
  • Julio Lossio (Rede): 24%
  • Armando Monteiro (PTB): 23%
  • Maurício Rands (PROS): 23%
  • Ana Patrícia Alves (PCO): 23%
  • Rejeita todos/não votaria em nenhum: 12%
  • Votaria em qualquer um/não rejeita nenhum: 2%
  • Não sabe: 9%

No levantamento anterior, feito de 20 a 21 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

  • Paulo Câmara (PSB): 30%

  • Armando Monteiro (PTB): 24%

  • Ana Patrícia Alves (PCO): 3%

  • Julio Lossio (Rede): 3%

  • Maurício Rands (PROS): 2%

  • Simone Fontana (PSTU): 2%

  • Dani Portela (PSOL): 1%

  • Branco/nulo: 29%

  • Não sabe/preferiu não opinar: 6% ,

Pesquisa Datafolha para o Senado em Pernambuco: Jarbas, 38%; Humberto, 28%; Mendonça, 27%…

G1-PE

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira (6) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto para o Senado em Pernambuco:

  • Jarbas (MDB): 38%

  • Humberto Costa (PT): 28%

  • Mendonça Filho (DEM): 27%

  • Silvio Costa (Avante): 10%

  • Bruno Araújo (PSDB): 6%

  • Pastor Jairinho (Rede): 5%

  • Adriana Rocha (Rede): 3%

  • Hélio Cabral (PSTU): 2%

  • Eugênia (PSOL): 1%

  • Albanise Pires (PSOL): 1%

  • Lídia Brunes (PROS): 1%

  • Alex Rola (PCO): 0%

  • Em branco/nulo/nenhum para a 1ª vaga: 22%

  • Em branco/nulo/nenhum para a 2ª vaga: 38%

  • Não sabe para a 1ª vaga: 7%

  • Não sabe para a 2ª vaga: 10%

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Quem foi ouvido: 1.229 eleitores de 50 municípios do Estado, com 16 anos ou mais
  • Quando a pesquisa foi feita: 4, 5 e 6 de setembro
  • Registro no TSE: PE 00338/2018
  • O nível de confiança utilizado é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem o atual momento eleitoral, considerando a margem de erro.

No levantamento anterior, feito de 20 a 21 de agosto, os percentuais de intenção de votos eram os seguintes:

  • Jarbas (MDB): 34%

  • Humberto Costa (PT): 25%

  • Mendonça Filho (DEM): 25%

  • Silvio Costa (Avante): 11%

  • Bruno Araújo (PSDB): 9%

  • Pastor Jairinho (Rede): 7%

  • Adriana Rocha (Rede): 4%

  • Hélio Cabral (PSTU): 2%

  • Albanise Pires (PSOL): 1%

  • Eugênia (PSOL): 1%

  • Alex Rola (PCO): 1%

  • Lídia Brunes (PROS): 1%

  • Em branco/nulo/nenhum para a 1ª vaga: 26%

  • Em branco/nulo/nenhum para a 2ª vaga: 35%

  • Não sabe para a 1ª vaga: 7%

  • Não sabe para a 2ª vaga: 10%

Ciro Gomes cumpre agenda em Caruaru…

Blog da Folha

Em sua primeira aparição no Nordeste após a última pesquisa Ibope que registrou crescimento de sua candidatura – subiu de 9% para 12% e venceria num cenário contra Bolsonaro (PSL) no segundo turno – Ciro Gomes (PDT) cumpre agenda em Caruaru, agreste pernambucano. O pedetista visita a feira de artesanato e, na sequência participa de um debate no Teatro João Lyra Filho.

Com um público tímido, militantes receberam o presidenciável com o grito de guerra “Oh, Cirão da massa!”. Por conta do atraso das agendas, Ciro Gomes ficou apenas vinte minutos na feira de artesanato e conversou com comerciantes, acompanhado do candidato ao Governo de Pernambuco, Maurício Rands (PROS), do ex-prefeito de Caruaru José Queiroz (PDT), do presidente do PDT estadual, Wolney Queiroz, e do presidente nacional da legenda, Carlos Lupi. Ciro procurou ser comedido ao comentar o resultado favorável da pesquisa. “Pesquisa é o retrato do momento e a vida não é retrato, é filme”, minimizou.

Apesar do acordo nacional entre PT e PSB, que isolou a candidatura do pedetista nacionalmente, no âmbito local o partido continua com cargos no governo Paulo Câmara (PSB), mesmo com a sigla integrando o palanque de oposição liderado por Maurício Rands. Nacionalmente, Ciro tenta aproveitar o gap eleitoral deixado pela candidatura ainda não registrada de Fernando Haddad (PT), virtual candidato após a formalização da inelegibilidade de Lula (PT).

Depois de Caruaru, Ciro seguirá para Natal para dar continuidade à sua campanha.

Bolsonaro é esfaqueado em ato de campanha…

O presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) foi retirado às pressas de um ato de campanha em Juiz de Fora (MG), depois de ser esfaqueado. A informação foi confirmada por um de seus filhos, Flávio Bolsonaro.

Segundo seu filho, o deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL-RJ), o presidenciável “sofreu um atentado” com “uma estocada com faca na região do abdômen”, e passa bem. De acordo com o parlamentar, o ferimento “foi apenas superficial”. “Peço que intensifiquem as orações por nós!”, escreveu, em postagem no Twitter.

Em imagens divulgadas em redes sociais, o deputado federal aparece sendo carregado por outros homens. Depois de ser tocado pelo objeto, enquanto está no meio de apoiadores, Bolsonaro faz expressão de dor.

Procurada pela reportagem, a Polícia Militar de Juiz de Fora informou que está apurando se houve o incidente.

A assessoria de imprensa da Santa Casa de Juiz de Fora confirmou que o candidato deu entrada no setor de urgência e emergência, mas não soube informar o estado de saúde dele. As informações são do UOL.

“Paulo Câmara vai vencer no primeiro turno”, crava Sebastião Oliveira…

Acompanhando a agenda de campanha do governador Paulo Câmara, o deputado federal e candidato à reeleição Sebastião Oliveira visitou, na noite desta quarta-feira (5), o município de Araçoiaba, na Mata Norte de Pernambuco.

Em clima de motivação, em virtude da divulgação do resultado da pesquisa de intenção de voto realizada pelo Ibope, que aponta a vitória de Paulo Câmara já no primeiro turno, Sebá destacou a fidelidade e o compromisso do Partido da República (PR) – que em Pernambuco é presido por ele – junto à Frente Popular de Pernambuco.

“Tenho orgulho de ter participado do movimento que elegeu o governador Eduardo Campos em duas ocasiões; que conduziu Paulo Câmara ao primeiro mandato e vai levá-lo à reeleição. Somos aliados de primeira hora e essa união se fortalece cada vez mais”, frisou Oliveira. “Vamos vencer no primeiro turno porque o povo quer isso. Também é muito importante para o nosso estado conduzir Jarbas e Humberto para o Senado”, concluiu.

Sebastião Oliveira voltou a destacar o modelo de gestão que foi adotado por Eduardo Campos e seguido por Paulo Câmara. “Com responsabilidade, Pernambuco vem crescendo mais do que o Brasil. A nossa educação se destaca nacionalmente e as contas estão equilibradas. Mesmo na crise, o Governo do Estado continuou investindo em ações estruturadoras, que trouxeram desenvolvimento e estão gerando renda e empregos”, ressaltou o republicano, que já comandou a Secretaria Estadual de Transportes por duas vezes. (Edmar Lyra)

A hora de brigar chegou…

Intenção de votos significa você dizer que está com “vontade” de votar em um candidato. E no momento atual, Paulo Câmara (PSB), governador e candidato a reeleição tem uma vantagem de 9 pontos de acordo com a pesquisa IBOPE/Jornal do Comércio que foi divulgada na noite desta quarta-feira pela Globo Nordeste.  Se comparado com o último levantamento temos que Paulo conquistou 6 pontos dos indecisos (foi de 27 para 33) e Armando Monteiro conquistou também dos indecisos, 3 pontos, (foi de 21 para 24).

É bom deixar isso claro que a pesquisa divulgada não mostra vantagem ou desvantagem em relação ao eleitor que o outro conquistou e sim a quem conquistou os indecisos, ou aqueles que não pretendiam votar. No entanto, o número ainda segue enorme: 35% dizem que ou votam em “Branco” ou “anularão” o voto, ou “não sabem em quem votar”. E são nestes que tanto Paulo Câmara quanto Armando Monteiro estão investindo. Paulo mostra que apesar das dificuldades enfrentadas o governo de Pernambuco está caminhando. Armando se apresenta como uma opção ao governo de Pernambuco, que vai fazer um governo diferente do que é o do PSB que está em uma campanha para conquistar o quarto mandato consecutivo.

A tendência agora, a partir desta nova etapa da campanha é de confronto. Tanto para conquistar o eleitorado que não se decidiu por ninguém, como para tirar quem já decidiu por alguém. Com certeza, os candidatos vão investir pesado para mostrar contrariedades de Paulo e de Armando. A hora é do “salve-se quem puder” e o “sangue vai dar nas canelas”. Não pensem vocês que vai ser paz e amor até o dia 07 de outubro. Não vai! A hora é da guerra. Paulo tentará liquidar a fatura no primeiro turno e Armando fará o possível para que aconteça um segundo turno, assim tendo uma nova campanha a partir do dia 09. Armando sabe que suas chances em um eventual segundo turno são dobradas e Paulo sabe que suas chances de vitória são muito maiores em um primeiro turno. A luta está apenas começando. (Silvinho Silva)

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo