Festa em Lagoa Comprida (Bom Jardim-PE)…

Leia mais »

Hemope lança campanha para doação de sangue no período de Carnaval…

Para atrair mais doações para o período de carnaval, a Fundação Hemope lança a campanha “Compartilhe Cultura e Solidariedade, faça a diferença, doe sangue no Hemope” onde doadores poderão participar da ação Leia mais »

Governo anuncia R$ 406 milhões para escolas em tempo integral…

O presidente Michel Temer e o ministro da Educação, Mendonça Filho, anunciaram ontem (17) a liberação de R$ 406 milhões para o Programa de Fomento às Escolas de Ensino Médio em Tempo Integral. O Leia mais »

Levantamento aponta honestidade como fator prioritário para 72% dos eleitores…

Henrique Gomes Batista / O Globo Uma pesquisa inédita feito pela Ideia Big Data para o Brazil Institute do Wilson Center, aponta um descrédito da população brasileira com o Congresso, a falta Leia mais »

Retiro de Carnaval – João Alfredo…

Leia mais »

Category Archives: Eleições

Arthur Virgílio: “PSDB se especializou em perder”…

Folha de S.Paulo – Thais Bilenki

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, diz que não abrirá mão de disputar prévias com o governador Geraldo Alckmin para ser o candidato do PSDB à Presidência. Ele se disse “violentado por manobras” como o acordo que deve levar o paulista a presidir o partido.

“O PSDB está especializado em perder por causa de acordos de cúpula”, criticou.

*Folha – Por que o sr. seria melhor candidato que Alckmin
Arthur Virgílio – Fico feliz que ele já esteja assimilando coisas que eu digo, que não dá para votar a reforma da Previdência pela metade. Esse é o papel do PSDB, nada de flacidamente abrir questão.

Como avalia a gestão de Alckmin no governo de São Paulo?
Não moro em São Paulo, mas ouço falar que é uma pessoa equilibrada, não é irresponsável fiscalmente. Mas sinto que ele não é bastante para vencer em função do discurso tímido, em função do hábito de não ir ao povo.

Defende privatização geral ou com alguma restrição?
Banco do Brasil e Caixa não vejo necessidade. Petrobras com certeza. Temos 150 estatais, 85 delas podem ser liminarmente privatizadas.

Continua…

Para Joaquim Barbosa, há um único plano: a Presidência…

ÉPOCA – Coluna Expresso – Nonato Viegas

O ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa já conversou três vezes com o presidente do PSB, Carlos Siqueira. Barbosa se filiará ao partido apenas – e unicamente – para concorrer à Presidência.

Não topa nem ser vice. Sua resposta final será dada em janeiro.

Enquanto isso, filho de Jorge Picciani (PMDB), presidente da Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro preso pela Polícia Federal, o ministro do Esporte, Leonardo  (PMDB), mandou seus assessores levantar informações da delação do marqueteiro Renato Pereira, que o acusa de corrupção, incluindo os registros de visitas no prédio do ministério em Brasília.

Fernando Bezerra Coelho e Armando entram no páreo 

Dois candidatos a governador reafirmaram, ontem, suas postulações ao Palácio do Campo das Princesas. O primeiro, o senador Fernando Bezerra Coelho (PMDB), reafirmou em entrevista à Rádio Jornal que é pré-candidato ao Governo do Estado nas eleições de 2018. Fernando explicou que as oposições de Pernambuco estão num processo de diálogo, que deve ser intensificado em dezembro, mas confirmou que pretende participar da disputa.

“Sou pré-candidato e estou animado. Meu nome está colocado, como o de várias outras lideranças políticas estaduais. Vamos unir forças e definir propostas, para que possamos levar ao povo de Pernambuco um projeto que traduza os sonhos das pessoas”, disse. Fernando, no entanto, ponderou que ainda é cedo para que os nomes de uma possível chapa de oposição sejam consolidados. “Vamos aprofundar mais as discussões, poderemos até ter mais de uma candidatura, mas o principal é que possamos dialogar sobre o futuro”, destacou o governador Paulo Câmara.

Pré-candidato ao Senado, o deputado e vice-líder da oposição na Câmara Federal, Sílvio Costa (Avante), foi ovacionado, ontem, no encontro de lideranças políticas realizado pelo senador Armando Monteiro Neto (PTB), no município de Surubim, no Agreste. Mais de 100 lideranças – prefeitos, vereadores, ex-prefeitos e ex-vereadores – saudaram o deputado Sílvio Costa aos gritos de “senador, senador”, repetindo as manifestações individuais de aprovação e apoio à atuação do deputado na oposição ao governo Michel Temer (PMDB).

Em seu pronunciamento, Sílvio Costa ressaltou a liderança política de Armando Monteiro – que colocou-se à disposição de uma convocação das oposições para o governo estadual – e revelou sua confiança na condução pelo senador, a partir de 2018, das mudanças que Pernambuco necessita para retomar o desenvolvimento e os empregos. “O senador Armando foi ministro da Indústria e Comércio, é reconhecido em todo o Brasil por esse trabalho e lutou contra o impeachment da presidente Dilma. Vamos continuar unidos para retirar do comando do Estado esse governo que paralisa Pernambuco”, destacou Sílvio.

Sob aplausos, Sílvio Costa também ressaltou a falta de liderança do governador Paulo Câmara para articular o combate à violência e minimizar as dificuldades na saúde pública. “Há 60 municípios sem delegado, hoje, no Estado. Há municípios que têm apenas um policial. O governo fala em educação, mas quem conhece a realidade são os professores que até agora esperam o cumprimento da promessa de duplicação dos salários”, citou sob aclamação Sílvio Costa. (Magno Martins)

Luciano Huck oficializa desistência das eleições presidenciais…

As eleições presidenciais de 2018 não contarão com a candidatura do apresentador de televisão Luciano Huck. Na manhã desta segunda-feira (27), em sua página oficial do Facebook, ele compartilhou um texto reproduzido de artigo, originalmente publicado no jornal Folha de São Paulo, onde Huck anunciou a desistência da corrida política. No texto, o apresentador se compara a Ulisses, personagem mitológico grego da “Odisseia”, dizendo que esteve “tentando escapar da sedução das sereias”.

Ele também reafirmou que não chegou a se oferecer a concorrer ao cargo de presidente, mas que se viu sendo apontado para o posto por sua carreira. Huck havia, antes, pedido um prazo até janeiro para dar a resposta oficial. O comunicador entrou neste ano para o movimento Agora!, que defende uma renovação política, e partidos como o PPS, PSDB, PMDB e DEM já o haviam sondado.

“Com a mesma certeza de que neste momento não vou pleitear espaço nesta eleição para a presidência da república, quero registrar que vou continuar, modesta e firmemente, tentando contribuir de maneira ativa para melhorar o país”, comenta o global na postagem. Ele ainda afirma que deverá envolvido com grupos de caráter político e que, para isso, “não são necessários partidos, cargos, nem eleições”. “Contem comigo. Mas não como candidato a Presidente”, conclui. (Folha de Pernambuco)
          

Sucessão presidencial já se transformou numa “Corrida Maluca”…

Por Merval Pereira / O Globo

A corrida presidencial está mais parecendo aquela “Corrida Maluca” dos desenhos animados do Hanna Barbera, cada concorrente às voltas com obstáculos criados por seus próprios problemas. Agora chegou a vez do governador paulista Geraldo Alckmin, que teve um inquérito contra si pedido pela Procuradoria-Geral da República ao Superior Tribunal de Justiça (STJ), que é o foro especial de governadores para crimes comuns.

O processo diz respeito às acusações feitas por delatores da empreiteira Odebrecht, que acusam o governador de São Paulo de ter recebido R$ 10,7 milhões repassados pelo setor de propinas da empreiteira, com a ajuda de seu cunhado, Adhemar César Ribeiro. O inquérito corre em segredo de Justiça, com Nancy Andrighi como relatora.

Continua…

Família e amigos aguardam decisão de Huck…

Mônica Bergamo – Folha de S.Paulo

Amigos e familiares de Luciano Huck aguardavam com expectativa o pronunciamento que o apresentador afirmou que fará nos próximos dias sobre sua eventual candidatura presidencial. Huck informou a eles que não será candidato. Mas muitos achavam, até a sexta (24), que ele “muda de ideia a cada quatro horas” e poderia recuar.

Um dos amigos e conselheiros de Huck dizia que, se ele tiver “o mínimo de amor à vida profissional”, se retira da disputa. A aposta de interlocutores do círculo íntimo do apresentador é a de que ele dê a entender que está fora da eleição –deixando, no entanto, a porta aberta para ainda mudar de ideia.

Uma das constatações de interlocutores que temem que ele insista na candidatura é a de que a ideia não uniu sequer a família. Rachou também o movimento Agora!, que ele passou a integrar, e o PPS, partido do qual se aproximou.

Jair Bolsonaro diz que deseja “sorte” a Huck caso queira se candidatar. “Resta saber se ele tem o couro duro para aguentar a pancada”, diz. “Candidato fica nu, pendurado de cabeça para baixo e apanhando sem parar.”

O deputado diz que, ao contrário de Lula, não acredita que Huck seja o candidato da TV Globo. “Não é porque trabalha lá que terá apoio da emissora”, afirma. 

Barbosa dará resposta ao PSB após viagem ao exterior….

Via O Globo /  Lauro Jardim

Mesmo elogiando o PSB em conversas com interlocutores (“Os partidos no Brasil têm donos; o PSB me parece não ter”), Joaquim Barbosa só aceitará ser o candidato a presidente da República com carta branca. O ex-presidente do Supremo se encontrou com os chefes da legenda no dia 8, em Brasília. Disse a eles que não se interessa “em ser vice de ninguém”.

Barbosa acredita que uma aliança com a Rede pode resultar numa chapa harmônica — será que com Marina Silva de sua vice?

Barbosa ainda repete a interlocutores que sua tendência é não ser candidato a nada (“preciso refletir se estou disposto a uma mudança tão radical na minha vida”), mas o fato é que nunca esteve tão aberto a discutir a possibilidade. Ao PSB disse que fará agora uma longa viagem ao exterior. E prometeu dar uma resposta definitiva entre “final de janeiro e início de fevereiro”.

TSE pede mudança no início do horário de verão de 2018 por eleições…

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) quer que o governo federal mude a data do horário de verão do próximo ano. Em encontro com o presidente Michel Temer, recentemente, no Palácio do Planalto, o presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, entregou um ofício solicitando que em 2018 o horário de verão comece após o segundo turno das eleições gerais. Normalmente, o horário de verão começa no mês de outubro.

Em nota divulgada em seu site, o TSE explica que “a razão do pedido é garantir que os diferentes fusos horários existentes no Brasil, acentuados pela mudança de ponteiros que tradicionalmente ocorre nos meses de verão nas regiões do Centro-Sul do país, não causem atrasos na apuração dos votos e na divulgação do resultado das eleições”, segundo a Agência Estado.

Eleições 2018: Em muitos estados, o PMDB tem caciques envolvidos em crimes de corrupção…

Por Paulo de Tarso Lyra e Bernardo Bittar / Correio Braziliense

O PMDB é uma união de caciques regionais, que comandam os respectivos feudos políticos com completa autonomia e que, eventualmente, se reúnem para planejar ações no plano federal. É essa capilaridade que torna o partido essencial para qualquer governo instalado no Palácio do Planalto. Excepcionalmente, o partido vive, agora, seu momento de protagonismo no plano nacional, com Michel Temer. Mas a legenda, que tem a maior bancada da Câmara e do Senado, tem sido alvo da Lava-Jato. Só nesta semana houve operações e prisões no Rio de Janeiro e no Mato Grosso do Sul. Mas os estragos não ocorreram apenas lá.

O partido está na mira na Bahia, no Ceará, no Rio Grande do Norte, no Rio Grande do Sul, no Pará, em Roraima, em Rondônia, em Goiás, em Alagoas, no Ceará e no Maranhão.

MUITOS ESTRAGOS – É verdade que a Lava-Jato tem provocado estragos em várias legendas. O primeiro a sofrer os impactos da operação foi o PT, culminando com a condenação a nove anos e meio de prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A diferença é que, no caso dos petistas, o estrago foi em figuras nacionais. Já no PMDB, embora os investigados também estejam no plano federal, são eles que dão as cartas nos diretórios estaduais.

A situação mais grave, sem dúvida, é no Rio de Janeiro, onde o presidente da Assembleia Legislativa, Jorge Picciani, foi preso ontem. Também estão presos e condenados o ex-governador Sérgio Cabral e o ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha. E o ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Moreira Franco, foi denunciado pelo ex-procurador-geral da República Rodrigo Janot e só não se tornou réu porque a Câmara rejeitou a denúncia contra ele, o também peemedebista gaúcho Eliseu Padilha e o presidente Michel Temer.

Continua…

Luciano Huck e Angélica podem ser dispensados da Globo…

Apontado como possível candidato a um cargo público nas próximas eleições, Luciano Huck tem pouco mais de um mês para decidir seu futuro, já que recebeu um ultimato da TV Globo.

Caso acerte parceria com algum partido político e decida investir neste caminho, a emissora encerrará seu contrato, segundo o blog da jornalista Keila Jimenez.

E não para por aí! Com a saída do apresentador do “Caldeirão”, Angélica também perderia sua vaga no canal, já que ficará envolvida na campanha política do marido.

A empresa aguarda uma resposta da dupla até dezembro, prazo estabelecido para que eles avisem se vão continuar ou não como contratados da casa.

Rumores indicam que a loira não está satisfeita com a situação e que não quer o parceiro envolvido com política. Isso porque uma candidatura mudaria completamente a rotina e os rumos de sua família. (Notícia Extra)

O camaleão que corre por fora…

El País

Em outubro do próximo ano, os brasileiros irão às urnas eleger um novo presidente da República. Assim como outros analistas e estrategistas político-eleitorais, venho fazendo pesquisas e acompanhando de perto a movimentação dos potenciais candidatos — tenham eles declarado oficialmente a intenção de concorrer ou não.

Nas últimas semanas, o potencial candidato que mais se movimentou foi o apresentador Luciano Huck: ele participou da criação de um fundo que objetiva melhorar a qualidade dos nossos representantes no poder legislativo; declarou que é hora de sua geração passar a comandar o país; conversou, a portas fechadas, com pelo menos três partidos políticos; e publicou um artigo no jornal de maior circulação do país reafirmando seu compromisso com a renovação política no Brasil.

Tudo isso demonstra que Huck é candidatíssimo. De acordo com as pesquisas qualitativas que tenho feito em vários municípios do país, e com o modelo de projeções de resultados eleitorais que eu adoto (que cruza variáveis como nível de conhecimento, rejeição e intenção de voto dos diversos candidatos), ele, assim como Lula, Jair Bolsonaro e Joaquim Barbosa, já tem o dobro de chances de ir para o segundo turno se comparados com Marina Silva, Geraldo Alckmin, João Doria e Ciro Gomes.

Se Lula realmente não conseguir ser candidato; João Doria se vir obrigado a recuar do seu sonho presidencial; e Joaquim Barbosa decidir não disputar as eleições como cabeça de chapa, ouso afirmar, com doze meses de antecedência, que Luciano Huck, inevitavelmente, será um dos dois nomes do segundo turno das eleições. Mais que isso: poderá até ganhar a corrida presidencial já no primeiro turno, especialmente se conseguir fazer de Joaquim Barbosa o seu vice.

Para compreendermos o porquê disto, é preciso, em primeiro lugar…

Leia a reportagem na íntegra clicando aí ao lado: O camaleão que corre por fora | Opinião | EL PAÍS Brasil

TSE vai julgar Bolsonaro e Lula por antecipar 2018…

O ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva e o deputado federal Jair Bolsonaro (PSC-RJ) entraram na mira do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) por propaganda eleitoral antecipada. A Corte Eleitoral deve julgar ainda neste ano dois processos que envolvem a divulgação na internet de vídeos que fazem referência às candidaturas de Lula e Bolsonaro ao Planalto. Os dois, que lideram as pesquisas, já anunciaram publicamente a intenção de concorrer em 2018. 

Na Corte Eleitoral, a avaliação é a de que esses julgamentos devem estabelecer as balizas que nortearão o entendimento do tribunal sobre o tema nas eleições de 2018. A legislação permite a propaganda eleitoral somente a partir de 15 de agosto do ano da eleição e prevê multa de R$ 5 mil a R$ 25 mil para quem violar a restrição.

Continua…

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo