A briga pelo Recife em 2020…

A briga pelo Recife em 2020 deve se dar entre duas figuras que são muito representativas aqui no estado de Pernambuco. Pode até ser que o cenário se modifique, e que outros nomes apareçam no tabuleiro eleitoral, mas até agora os deputados federais João Campos (PSB) e Marília Arraes (PT) dividem a banca de apostas do conjunto eleitoral da capital. Eu falei “pode ser” pois caso o governo de Jair Bolsonaro dê sinais já em 2020 das mudanças que o país tanto espera, o presidente eleito pode ser um grande eleitor aqui no estado. O que automaticamente atrapalharia os planos de ambos que são oposição declarada ao presidente. 

A presença de Paulo Câmara(PSB) em um dos palanques a depender de como estará o seu governo pode ser benéfica ou não. Paulo voltou a ter altos índices de rejeição após sua eleição e depois do projeto da criação do DACRO que terminou extinguindo a delegacia de combate à corrupção. Como a mente do eleitor é momentânea pode ser que esse fator não tenha tanta influência na eleição recifense embora o eleitor da capital é bem mais participativo no noticiário político e bem mais atualizado que o eleitor do interior. 

Marília Arraes e João Campos, primos e da família de Arraes e de Eduardo Campos. Marília lutou muito para disputar a cadeira de governadora de Pernambuco pelo PT, mas uma aliança formada entre o PT e o PSB local a tirou do jogo mas acabou lhe enviando para a Câmara Federal como uma das vozes mais ferrenhas e opositoras ao atual governo estadual. Não bastando isso, Marília também será uma voz contrária ao governo federal de Jair Bolsonaro. Já o jovem João Campos ainda é uma incógnita se vai ou não assumir o mandato, tendo em vista que o seu nome é cotado para assumir uma secretaria no governo de Paulo Câmara e assim ficar mais perto da cidade do Recife.

Há no entanto quem defenda que João Campos não assuma nenhuma secretaria para que não fique aqui quebrando cabeça com o governo Paulo Câmara e tenha um aprendizado melhor em Brasília, tal como tiveram seu pai Eduardo Campos e seu bisavô Arraes. O tempo dirá se João irá para Brasília dividir os holofotes com Marília Arraes, ou se ficará por aqui em alguma secretaria estadual. (Silvinho Silva)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Powered by WordPress | Designed by: diet | Thanks to lasik, online colleges and seo